Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros da dívida portuguesa voltam a subir e contrariam descidas em Espanha e Itália

Os juros da dívida portuguesa a 10 anos sobem pelo quinto dia consecutivo e aproximam-se novamente dos 6,5%. Em Espanha e Itália, os juros regressaram às quedas após um dia marcado por fortes subidas na sequência da crise política que se vive nos dois países.

Negócios 05 de Fevereiro de 2013 às 10:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Os juros da dívida portuguesa voltam hoje a subir em todas as maturidades, tendo renovado um novo máximo de 10 de Janeiro na maturidade a dez anos. Neste prazo, os juros voltam a estar próximos dos 6,5% (6,464%), estando a subir 2,2 pontos base.

 

Na maturidade a dois anos, os juros soberanos avançam 5,9 pontos base para 3,579% e no prazo a cinco anos ganham 1,1 pontos base para 5,258%.

 

Em Itália e Espanha, os juros da dívida estão hoje a perder terreno após as fortes subidas registadas na segunda-feira, dia 4 de Fevereiro. Os dois países estão a braços com crises políticas que ontem penalizaram os mercados bolsistas e fizeram disparar os juros da dívida.

 

A turbulência política em Espanha, que parte das alegações de que existiam "sacos azuis" no Partido Popular, fez afundar as bolsas e disparar os juros da dívida do país vizinho, depois de a oposição ter exigido a demissão de Mariano Rajoy.

 

Em Itália, a poucas semanas das eleições, está a recuperar terreno nas sondagens Silvio Berlusconi, que disse no ano passado que falar de uma saída de Itália da Zona Euro "não é uma blasfémia". 

 

Em Espanha, os juros da dívida a 10 anos recuam uns ligeiros 0,9 pontos base para os 5,429%, enquanto em Itália, as yields da dívida a 10 anos perdem 1,4 pontos base para 4,453%.   

Ver comentários
Saber mais juros da dívida Portugal Itália Espanha
Outras Notícias