Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros da Grécia voltam a subir quase 20 pontos após ameaça da Áustria

Áustria colocou a pressão sobre a Grécia ao ameaçar deixar de participar no fundo de resgate do país. E nem o facto de as autoridades austríacas terem dito que foram mal-entendidas aliviou a pressão sobre os juros da dívida grega.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Novembro de 2010 às 19:54
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A Grécia voltou a destacar-se na sessão, com os juros das obrigações a 10 anos a subirem 19,8 pontos base para 11,619% e no prazo de dois anos a “yield” disparou 54,4 pontos base para 11,261%.

A contribuir para a evolução dos juros da dívida grega estão declarações do ministro das Finanças austríaco. Josef Pröll afirmou que os desenvolvimentos sobre as metas definidas por Atenas “não nos dão qualquer razão para aprovar a tranche de Dezembro.” Uma afirmação que foi encarada pelos investidores como uma ameaça de poder não participar com os 190 milhões de euros da parte que lhe compete para a tranche de ajuda que Atenas deverá receber em Dezembro.

Contudo fontes do gabinete do ministro das Finanças da Áustria já rejeitaram esta leitura e afirmaram, segundo o “Guardian” que “a Áustria espera que a Grécia prossiga as suas reformas tal como o acordado” e “sugerir que a Áustria está determinada em bloquear a ajuda é um mal-entendido.”

A Grécia voltou a estar sob os holofotes depois de ontem o Eurostat ter divulgado que o défice orçamental de Atenas de 2009 é de 15,4% e não 13,6% como revelado no último relatório. Um número que volta a pressionar a Grécia a implementar novas medidas de consolidação orçamental para conseguir atingir as metas orçamentais.
Ver comentários
Saber mais Grécia juros obrigações dívida Áustria
Outras Notícias