Crédito Mais de metade dos intermediários de crédito atuam no setor automóvel

Mais de metade dos intermediários de crédito atuam no setor automóvel

Cerca de 52% dos intermediários de crédito atuam no apoio ao crédito no âmbito da venda e reparação de automóveis.
Mais de metade dos intermediários de crédito atuam no setor automóvel
Reuters
Patrícia Abreu 25 de setembro de 2019 às 13:25

Mais de metade dos intermediários de crédito registados no Banco de Portugal atuam no setor automóvel. Segundo a síntese de atividade de supervisão comportamental, relativa ao primeiro semestre do ano, 78% dos intermediários atua no crédito ao consumo.

O Banco de Portugal recebeu, até ao final de julho, data na qual terminou o período de transição dos intermediários de crédito, 6.112 pedidos de autorização de atividade de intermediário de crédito, segundo a informação divulgada esta quarta-feira na síntese de atividade de supervisão comportamental. Destes, 4.422 foram autorizados, 1.289 recusados e 401 estão ainda em análise.

Segundo o relatório, 51,6% dos intermediários registados no Banco de Portugal prestam apoio à venda e reparação de automóveis, 20,7% estão na atividade imobiliária e 14% no comércio a retalho. "Os intermediários de crédito registados (4.402) são, sobretudo, pessoas coletivas (85,9%), na sua maioria, sociedade por quotas", refere o relatório.


Crédito ao consumo domina

A maioria dos intermediários atua na área do crédito ao consumo, com 3.431 registos neste segmento de atividade, o que equivale a 78% dos intermediários de crédito na lista do regulador. Os intermediários com registo no segmento exclusivamente dedicado ao crédito à habitação e hipotecário representa apenas 18% do total (804), enquanto o crédito à habitação e hipotecário e crédito aos consumidores tem 167 intermediários.

Em média, cada intermediário trabalha com dois mutuantes no crédito aos consumidores e quatro no crédito à habitação e hipotecário. Já os mutuantes (bancos e financeiras) trabalham, em média, com 283 intermediários de crédito no segmento do consumo e 275 no crédito à habitação.

Entre os intermediários de crédito registados, apenas 519 prestam serviços de consultoria, "a maior parte no âmbito à habitação", aponta o mesmo relatório. Já Lisboa e Porto concentram o maior número de intermediários, com 1.474 e 1.267 intermediários, respetivamente.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI