Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Moody’s mantém "rating" de França mas alerta para riscos

A Moody’s manteve a notação financeira de "triplo A" de França, com um "outlook" "estável". Mas alerta para os ricos de consolidação orçamental devido às perspectivas de crescimento.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Janeiro de 2012 às 12:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Como indicado em Outubro de 2011, a Moody’s mantém uma perspectiva estável da classificação de França", revela a agência citada pelo "El Mundo". Esta perspectiva "estável" sugere que a agência não tenciona cortar a notação do país.

A Moody’s justifica esta decisão com a força da economia mas salvaguarda que as actuais perspectivas de crescimento representam "riscos para os planos de consolidação orçamental do governo francês", de acordo com a Associated Press.

A agência de notação adianta ainda que vai "actualizar" as suas previsões para o mercado "durante o primeiro trimestre de 2012, como parte de uma iniciativa de revisitar a arquitectura dos nossos ratings soberanos da União Europeia".

"Níveis de endividamento relativamente elevados, gastos do governos muito elevados em relação ao PIB nominal e défices orçamentais estruturais constringem a capacidade do Governo de responder a choques futuros", alerta a Moody’s, citada pela Bloomberg.

Esta decisão de manter a notação financeira de França no nível máximo surge depois de, na sexta-feira, a Standard & Poor’s ter decidido cortar o "rating" do país.

Na sexta-feira, a S&P anunciou o corte de "rating" da dívida da França e da Áustria, ambos a perderem a notação máxima de "triplo A", bem como o de Portugal, Espanha, Eslovénia, Eslováquia, Malta, Itália e Chipre.
Ver comentários
Saber mais Moody's França rating
Outras Notícias