Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

O problema sério em Portugal é o custo do crédito e não a falta de crédito

Com o PIB a cair 5% no acumulado de 2011 e 2012 "de onde querem que venha a procura de crédito? O primeiro-ministro diz que o país está viciado em crédito. O que me faz impressão é que ainda não se tenham percebido disso. Se pensam que os problemas se resolvem com crédito estão enganados."

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 20 de Abril de 2012 às 19:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O alerta foi deixado por Fernando Ulrich durante a conferência de imprensa de apresentação de resultados do primeiro trimestre do BPI.

“Há de facto um problema, é que o crédito em Portugal é muito caro. É um problema porque é uma desvantagem para as empresas portuguesas. Há um problema de custo de financiamento que afecta todas as empresas. Incluindo as boas. Este é um problema sério em Portugal. Não é o problema da falta de crédito.”

Para se resolver a situação, Ulrich defende que “é preciso actuar ao nível do sistema financeiro, fazendo com que os bancos não paguem tanto pelos depósitos, e melhorar a situação das Finanças Públicas. Isto demora tempo. Não vai haver nenhuma varinha mágica. Teoricamente, o ideal era ser possível fazer um programa de ajustamento da economia portuguesa a 10 anos. Era disso que a realidade do país precisava. Mas é impossível por causa dos mercados.”
Ver comentários
Saber mais crédito financiamento Fernando Ulrich BPI
Outras Notícias