Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal defende-se com duplas emissões de dívida

Com a atenção dos investidores centrada na capacidade de os países periféricos venderem a sua dívida, garantir o sucesso da emissão é decisivo. Portugal enfrenta hoje novo teste com a colocação de até mil milhões em obrigações.

Edgar Caetano edgarcaetano@negocios.pt 22 de Setembro de 2010 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O IGCP está a apostar em emissões simultâneas de prazos diferentes, e montantes indicativos com um intervalo alargado, para não falhar. A estratégia passou a ser utilizada a partir de Abril, perante a escalada da crise da dívida soberana, e permite dar mais flexibilidade à operação num momento delicado dos mercados.

Esta será a sétima vez que o instituto que gere o crédito público segue este modelo, usado também noutros países europeus durante os últimos meses, como é o caso de Espanha. Desta forma, consegue mais espaço de manobra na gestão da procura nos mercados e das taxas que paga pelo financiamento.









logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias