Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal paga juros mais baixos e financia-se em mil milhões de euros

Portugal regressou esta quarta-feira ao mercado. Conseguiu angariar mil milhões de euros através de duas emissões de curto prazo. No prazo a 12 meses, Portugal viu diminuir o custo. Já a três meses registou uma subida ligeira.

Negócios 21 de Agosto de 2013 às 10:53
  • Partilhar artigo
  • 25
  • ...

Portugal emitiu obrigações a três e 12 meses, sendo que a emissão com maturidade em Agosto de 2014 foi inaugurada nesta operação.

 

No leilão com prazo de um ano, foram leiloados títulos no valor de 700 milhões de euros e a taxa implícita na operação foi de 1,619%, comparando com 1,72% na última operação, já no seio da crise governamental que resultou do pedido de demissão de Paulo Portas. A emissão anterior ocorreu a 17 de Julho. Antes da crise política, o Tesouro financiou-se a 12 meses, pela última vez em Maio, tendo pago uma taxa média de 1,232%. A procura ascendeu a 1,5 mil milhões de euros, ou 2,15 vezes o montante colocado.


A contribuir para que a descida de juros não seja muito pronunciada estará a especulação que tem assolado o mercado nas últimas semanas sobre a possível retirada de estímulos económicos por parte da Reserva Federal (Fed) aos EUA. O receio de que esta retirada ocorra já na reunião de Setembro tem levado os investidores a penalizarem as bolsas e a terem maior precaução com os investimentos. 

 

Os títulos com maturidade a 22 de Novembro foram colocados à taxa implícita de 0,766%, o que compara com uma “yield” de 0,743% em operação equiparável, segundo os dados do Instituto de Gestão do Crédito Público (IGCP). Ainda assim, os bilhetes do Tesouro foram vendidos a uma taxa inferior à taxa implícita no valor da emissão no fecho da sessão de terça-feira, que era de 0,793%.

 

O montante em obrigações com maturidade de três meses foi de 300 milhões de euros e a procura correspondeu a 3,35 vezes a oferta.

 

(Notícia actualizada às 11h18)

(Correcção: A descida de juros foi verificada na emissão a 12 meses. Na de três meses, a "yield" subiu)

Ver comentários
Saber mais emissão dívida bilhetes do Tesouro
Outras Notícias