Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal paga juros mais baixos em emissão de dívida a curto prazo

O IGCP financiou-se em 1.157 milhões de euros, quase a totalidade do montante máximo previsto, e pagou juros mais baixos. A emissão concentrou-se no prazo mais curto, a três meses, no qual os juros baixaram para 4,854%.

Edgar Caetano edgarcaetano@negocios.pt 17 de Agosto de 2011 às 10:57
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
O IGCP financiou-se em 1.157 milhões de euros, perto da totalidade do montante previsto, e pagou juros mais baixos. A emissão concentrou-se no prazo mais curto, a três meses, no qual os juros baixaram para 4,854%.

Portugal continua, assim, a conseguir pagar juros inferiores a 5% nas incursões no mercado de dívida, contando com melhores condições desde a cimeira europeia de 21 de Julho.

Na linha que se vence em meados de Novembro, daqui a três meses, o Estado aceitou pagar uma taxa média de 4,854%, abaixo dos 4,995% do leilão comparável realizado há cerca de um mês.

Foi nessa linha que o IGCP, liderado por Alberto Soares (na foto), optou por colocar uma grande fatia dos títulos. Foram vendidos 985 milhões de euros, tendo a procura superado esse montante em 1,8 vezes.

Na linha a seis meses, o Estado obteve apenas 172 milhões de euros, pelos quais se pagou uma taxa implícita de 4,989%, praticamente o mesmo que o pago no leilão de Julho. Tendo em conta o baixo montante colocado, a procura superou em mais de sete vezes a oferta.

O montante indicativo ia de 750 milhões a 1.250 milhões de euros, comum às duas emissões.


Ver comentários
Saber mais IGCP bilhetes do Tesouro dívida obrigações
Outras Notícias