Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

S&P diz que os seus "ratings" não agravam a crise da dívida na Zona Euro

S&P alega que funciona como um termómetro para uma pessoa com gripe. Mede a febre, mas não a influencia.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 11 de Julho de 2011 às 18:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
Torsten Hinrichs, responsável pela unidade alemã da Standard & Poor’s, afirmou que os “ratings” da agência não tornam a crise de dívida soberana mais grave na Zona Euro, de acordo com a Bloomberg que cita uma entrevista que o responsável deu ao jornal "Die Welt" e que será publicada na integra amanhã.

O responsável adianta que os “ratings” de crédito funcionam como um termómetro para um paciente com febre: mede a temperatura, mas não a influencia.

As agências de "rating" têm estado sob fogo cruzado, especialmente depois da Moody's ter cortado a notação de crédito da República portuguesa para "lixo".
Ver comentários
Saber mais S&P rating Zona Euro crise de dívida Europa
Outras Notícias