Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT e banca pressionam PSI-20

O principal índice da praça de Lisboa segue a negociar em terreno negativo, pressionado pelos títulos do sector financeiro e da Portugal Telecom. No resto da Europa, o sentimento é igualmente de perdas.

Bloomberg
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 10 de Setembro de 2014 às 09:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 60
  • ...

O PSI-20 segue a negociar em terreno negativo, recuando 0,66% para 5.901,53 pontos, com 13 empresas em queda, quatro em alta e uma inalterada. No resto da Europa, o sentimento é igualmente negativo, com o índice espanhol, IBEX 35, a liderar as perdas ao desvalorizar 0,84%.

 

A pressionar a evolução dos principais índices bolsistas está o facto de os investidores estarem a tentar perceber se vão ser impostas mais sanções à Rússia. Além disso, com o aproximar do referendo na Escócia – que se realiza a 18 de Setembro – e o facto das posições estarem tão próximas, está a fazer crescer os receios dos investidores que venha a verificar-se uma desintegração do Reino Unido.

 

Por cá a pressionar a evolução do principal índice da praça nacional estão os títulos da banca e da PT. A operadora de telecomunicações recua 4,48% para 1,64 euros. Para os analistas, a aprovação dos novos termos da fusão entre a PT e Oi – o que ocorreu no passado dia 8 de Setembro - é positiva. Ainda assim, para os especialistas os riscos não ficam ultrapassados com esta aprovação das novas condições da operação.

 

Por outro lado, o Negócios escreve esta quarta-feira, 10 de Setembro, que do negócio com a Oi sai uma PT SGPS diferente, sem o negócio das telecomunicações e com a dívida da Rioforte e direitos de compra sobre acções da Oi. Os accionistas são os mesmos e, pela frente, o período de incerteza também. Há margem para valorizar, dizem os analistas. Mas tudo dependerá dos desenvolvimentos em torno da Rioforte e da evolução do valor da Oi. Ainda neste sector, a Nos cede 0,22% para 4,49 euros.

 

A penalizar o PSI-20 está também o sector financeiro. O BPI recua 1,39% para 1,49 euros, o BCP cede 1,02% para 10,7 cêntimos e o Banif segue inalterado nos 0,0087 euros.

 

Na energia, a tendência é mista. A EDP cede 0,28% para 3,653 euros, a EDP Renováveis soma 0,24% para 5,513 euros e a Galp Energia avança 0,19% para 13,51 euros.

 

No retalho, a tendência é negativa, com a Jerónimo Martins a descer 0,99% para 9,96 euros e a Sonae cai 1,33% para 1,188 euros.

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext
Mais lidas
Outras Notícias