Bolsa Bolsa acompanha alta das praças europeias

Bolsa acompanha alta das praças europeias

A praça portuguesa está a ser impulsionada pela valorização das acções da Nos e da Jerónimo Martins, num arranque de sessão em que acompanha a recuperação das bolsas europeias.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 17 de fevereiro de 2016 às 08:17

Depois de na véspera ter interrompido o movimento de recuperação dos mínimos fixados na semana passada, a bolsa portuguesa regressou esta quarta-feira aos ganhos, em linha com as praças europeias.

O PSI-20 valoriza 0,48% para 4.654,40 pontos, com oito cotadas em alta, sete em queda e duas sem variação. Nas bolsas europeias os índices marcam ganhos ligeiros, com os investidores a reagirem aos resultados de diversas cotadas, como do ABN Amro (abaixo do esperado) e do Credit Agricole (acima do esperado).

"Há um pessimismo excessivo no mercado. A queda acentuada nos preços do petróleo vai representar um forte impulso nos gastos dos consumidores", comentou à Bloomberg Paras Anand, responsável da Fidelity para as acções europeias.


A impulsionar o PSI-20 está sobretudo a Jerónimo Martins, com uma subida de 0,84% para 12,575 euros, bem como a Nos, que valoriza 1,22% para 5,877 euros. A empresa liderada por Miguel Almeida interpôs uma providência cautelar contra a decisão da Meo em suspender a transmissão do Porto Canal na sua plataforma.

No sector da banca a tendência é mista, com o BCP a ganhar 0,61% para 3,32 cêntimos e o BPI a descer 0,4% para 1,004 euros.

A Galp Energia desce 0,33% para 10,47 euros numa sessão em que o petróleo volta a negociar em terreno negativo (Brent cai 0,68% para 31,96 dólares) depois de a Russia e a Arábia Saudita terem acordado manter a produção da matéria-prima em níveis recorde. A EDP soma 0,43% para 2,799 euros e a EDP Renováveis perde 0,66% para 6,342 euros.  




Marketing Automation certified by E-GOI