Bolsa Bolsa nacional em alta pela segunda sessão 

Bolsa nacional em alta pela segunda sessão 

A bolsa portuguesa está a ser impulsionada pelos ganhos da Jerónimo Martins e da Sonae.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 05 de dezembro de 2017 às 08:17

O PSI-20 abriu a subir 0,09% para 5.368,12 pontos, com 10 cotadas em terreno positivo, quatro em queda e outras tantas sem variação. Na Europa os índices negoceiam ainda sem tendência definida.

 

Wall Street atingiu ontem novos recordes, ainda motivados pela aprovação da reforma fiscal no Senado dos Estados Unidos, embora a correcção do sector tecnológico tenha limitado os ganhos. Os traders citados pela Bloomberg dão conta que os investidores estão baixar o peso das tecnológicas na sua carteira, pois este é o sector com melhor desempenho em 2017. Em contrapartida estão a apostar no sector financeiro, que é o que mais terá a beneficiar com o maior corte de impostos nos Estados Unidos em 30 anos.

 

O Banco Comercial Português é uma das cotadas que mais impulsiona o PSI-20, com uma valorização de 0,73% para 0,2618 euros. O CaixaBI elevou o preço-alvo das acções do BPI em 8,7%, para 1,25 euros, sendo que as acções do banco liderado por Pablo Forero ainda não negociaram na sessão de hoje (1,147 euros).

 

Ainda a impulsionar o PSI-20 está a Jerónimo Martins, que valoriza 0,53% para 16,26 euros. A Sonae SGPS, que ontem atingiu máximos de Março de 2016, avança 0,19% para 1,059 euros.

 

A EDP segue estável nos 2,917 euros. O Eco noticiou que Eduardo Catroga deverá deixar de ser chairman da eléctrica por ter atingido quatro mandatos consecutivos no cargo, o que lhe retira o estatuto de independente dos accionistas. 




pub