Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta segunda-feira Mário Centeno vai estrear-se na liderança de uma reunião do Eurogrupo, no mesmo dia em que o FMI actualiza as suas projecções para a economia. Deste e do outro lado do Atlântico prossegue a apresentação de resultados das empresas.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Rita Faria 22 de janeiro de 2018 às 07:30
Mário Centeno estreia-se no Eurogrupo

O ministro das Finanças de Portugal, Mário Centeno, estreia-se esta segunda-feira, 22 de Janeiro, na liderança de uma reunião dos ministros das Finanças da Zona Euro – Eurogrupo.

 

Neste encontro, será discutido o resgate da Grécia e poderá ainda ser criada uma 'shortlist' de candidatos para substituir Vítor Constâncio na vice-presidência do Banco Central Europeu (BCE).



FMI actualiza estimativas para a economia

Na véspera do arranque do Fórum de Davos, o Fundo Monetário Internacional (FMI) divulga uma actualização do seu outlook económico mundial, com as novas previsões para a economia.

 

Na última actualização, o organismo liderado por Christine Lagarde melhorou as suas projecções, apontando para uma sólida recuperação da economia global. 



Banco do Japão inicia reunião de dois dias 

O Banco do Japão inicia a sua reunião de política monetária de dois dias, que terminará na terça-feira com o anúncio das decisões do banco central. A autoridade liderada por Haruhiko Kuroda deverá manter as suas estimativas positivas para a evolução dos preços, sinalizando um progresso lento, mas estável, em direcção à meta de inflação.

 

Na última reunião, que terminou a 21 de Dezembro, o Banco do Japão decidiu manter a taxa de juro de referência em -0,1% e as compras de activos "mais ou menos no nível actual" de 80 biliões de ienes por ano, com o objectivo de estimular a economia e tentar atingir a meta de inflação de 2%.


Prossegue apresentação de resultados das empresas

A divulgação dos resultados trimestrais das empresas, deste e do outro lado do Atlântico, continua na agenda dos investidores esta semana.

 

Hoje será a vez de conhecer os números do UBS e do Netflix. 

 


Petróleo regressa aos ganhos?

A evolução do preço do petróleo está no radar dos investidores, depois de a matéria-prima ter completado, na sexta-feira, a primeira semana de perdas desde meados de Dezembro.

 

O petróleo foi penalizado pelo aumento da produção norte-americana para 9,75 milhões de barris por dia e pelo relatório mensal da OPEP onde o cartel reviu em alta as estimativas para o crescimento da oferta dos produtores rivais – isto após os preços da matéria-prima terem atingido máximos de mais de três anos nos mercados internacionais nos últimos dias.

 

Além disso, a Agência Internacional de Energia antecipou que a produção de petróleo dos Estados Unidos vai atingir este ano um máximo desde 1970 e superar a da Arábia Saudita, que é actualmente o segundo maior produtor mundial.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub