Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Os resultados de 2018 da Galp Energia marcam o início da época de resultados em Portugal. Lá fora, a China regressa das comemorações de Ano Novo, resta saber se a ressaca será grande, numa altura em que nos EUA o fantasma do "shutdown" volta a pairar no ar.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Sara Antunes 11 de fevereiro de 2019 às 07:30
Galp dá o tiro de partida na época de apresentação de resultados

A Galp é a primeira cotada nacional a apresentar os seus resultados de 2018. A petrolífera nacional apresentou um resultado líquido ajustado de 707 milhões de euros, o que traduz um crescimento de 23% face ao ano anterior. Anunciou também um aumento do dividendo em 15% para 63 cêntimos.

A Galp é assim a cotada a dar o tiro de partida, numa semana que será marcada ainda pela divulgação de resultados da Navigator, Novabase e Semapa.

 

Nova ameaça de "shutdown" nos EUA

As negociações entre democratas e republicanos para evitar que vários serviços federais sejam obrigados a fechar por falta de orçamento voltaram a azedar, o que aumenta os receios em torno de uma nova paralisação. Se os dois partidos não chegarem a um acordo sobre o financiamento da segurança na fronteira do país, nove departamentos federais e uma série de agências deverão voltar a fechar a partir de sexta-feira. Os responsáveis têm até sexta-feira para evitarem novo "shutdown".

 

China regressa após comemorações do Ano Novo

O mercado chinês regressa à negociação, depois de ter estado fechado devido às comemorações do Novo Ano chinês. Há analistas que consideram que esta primeira sessão será um grande teste para perceber se os ativos chineses conseguirão resistir às quedas registadas na semana passada no resto do mundo. Isto numa altura em que as negociações comerciais entre Pequim e Washington parecem não ter fim à vista.

 

Quanto cresce o Reino Unido em pré-Brexit?

Os dados do produto interno bruto (PIB) do quarto trimestre de 2018 do Reino Unido serão revelados esta segunda-feira. As estimativas apontam para um crescimento em cadeia de 0,2%, o que corresponde a uma travagem face aos 0,6% registados nos três meses anteriores. E isto, numa altura de grande incerteza devido ao Brexit. Haverá ou não acordo para que o país saia da União Europeia com condições estipuladas?

 

Eurogrupo analisa Portugal e Irlanda

Na reunião de ministros das Finanças da Zona Euro serão apresentadas e discutidas as conclusões da última análise ao período pós-programa de resgates financeiros de Portugal e Irlanda. No caso de Portugal, a análise à evolução das contas e das reformas prometidas foi feita entre 26 e 30 de novembro do ano passado.




Marketing Automation certified by E-GOI