Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta segunda-feira os mercados estarão a reagir às tréguas entre os Estados Unidos e a China, que vão retomar as negociações, e ao acordo para a extensão dos cortes na produção da OPEP. Há ainda dados económicos na Zona Euro na agenda.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Rita Faria 01 de julho de 2019 às 07:30
Mercados reagem a trégua entre EUA e China

Esta segunda-feira os mercados estarão a reagir à trégua alcançada no sábado entre os Estados Unidos e a China e que deverá colocar em modo de "pausa" a escalada de tarifas entre os dois países.

 

No final da reunião entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping, o líder da Casa Branca anunciou que está suspensa, por tempo indeterminado, a introdução de novas tarifas sobre 300 mil milhões de dólares de importações chinesas, e que Washington e Pequim vão retomaras negociações com vista ao fim da guerra comercial.

 

Além disso, Trump informou que as empresas norte-americanas vão poder fazer alguns negócios com a chinesa Huawei.

 

Não são conhecidos mais pormenores sobre o acordo entre Xi e Trump, mas os sinais de progressos alcançados à margem da cimeira do G-20 deverão animar os mercados.

 

OPEP prepara prolongamento dos cortes na produção

Tem início esta segunda-feira, em Viena, a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que deverá resultar no anúncio de um prolongamento dos cortes na produção durante o segundo semestre deste ano. Na terça-feira, juntam-se aos membros da OPEP produtores aliados, como a Rússia (a OPEP+).

 

O acordo para a extensão dos cortes foi dado como garantido este fim de semana pelo presidente russo Vladimir Putin, depois de um encontro com Mohammed bin Salman, o príncipe herdeiro saudita.

 

Caso se confirme que os cortes se prolongam pelo menos até ao final do ano, o petróleo deverá reagir em alta nos mercados internacionais.

 

 

Resultados da OPA à SAG

Esta segunda-feira serão apurados os resultados da oferta pública de aquisição de João Pereira Coutinho sobre a SAG, que terminou na passada sexta-feira. Este é um passo essencial para Pereira Coutinho vender a Siva à Porsche.   

 

Política monetária centra atenções

Os investidores vão estar atentos ao discurso do vice-presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos, Richard Clarida, que estará presente numa conferência sobre política monetária, realizada pelo banco central d Finlândia em Helsínquia. A conferência acontece no dia em que a Finlândia assume a presidência rotativa semestral da União Europeia.

 

Além de Clarida, também o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, vai discursar numa conferência em Frankfurt.

 

 

Dados económicos na Zona Euro 

Por fim, os investidores também vão estar atentos aos dados sobre a evolução da economia da moeda única, que serão revelados esta segunda-feira. Destacam-se os números do desemprego na Zona Euro, em maio, e os dados do PMI para a indústria, que serão revelados pela Markit Economics.

 




Marketing Automation certified by E-GOI