Bolsa BCP sustenta bolsa nacional

BCP sustenta bolsa nacional

A bolsa nacional arrancou a sessão em alta, num dia em que as praças europeias iniciaram o dia sem uma tendência definida.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 13 de setembro de 2019 às 08:10
A bolsa nacional iniciou a sessão a subir 0,33% para 5.033,44 pontos, com nove cotadas em alta, quatro em queda e cinco inalteradas. 

Na Europa a tendência não é definida, numa altura em que os investidores estão a refletir as notícias de alívio de tensão entre a China e os EUA, depois de Washington ter adiado por 15 dias a aplicação de algumas tarifas adicionais, de Pequim ter respondido também com medidas mais "amigáveis" e de Donald Trump não ter fechado a porta a um acordo com a China por fases, enquanto as duas partes não chegam a consensos sobre os temas mais sensíveis. 

A condicionar a negociação está também o Banco Central Europeu (BCE) que ontem avançou com novas medidas de estímulos, com um corte de juros nos depósitos, um sistema de escalonamento para ajudar a banca e um novo programa de compra de ativos no valor de 20 mil  milhões de euros mensais. Um valor que, ainda assim, ficou aquém das estimativas dos analistas que admitiam um programa entre 30 e 40 mil milhões de euros.

A contribuir para a subida da bolsa nacional está o BCP, ao apreciar 0,83% para 0,2062 euros, bem como a Nos, que avança 0,29% para 5,105 euros. 

A Galp Energia, que ontem desvalorizou acompanhando a queda dos preços do petróleo, está a subir 0,39% para 13,025 euros.

Do lado oposto segue a EDP, ao recuar 0,34% para 3,47 euros.



Marketing Automation certified by E-GOI