Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quarta-feira o IGCP vai realizar um leilão de Obrigações do Tesouro com maturidade em 2034, com o objetivo de angariar entre 750 e 1.000 milhões de euros. Na última emissão de dívida a 15 anos, realizada 11 de setembro, o IGCP aceitou pagar uma taxa de juro de 0,676%.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
IGCP emite dívida a 15 anos no primeiro leilão após eleições

O instituto que gere a dívida pública pretende emitir esta quarta-feira entre 750 e 1.000 milhões de euros em obrigações com maturidade em 2034.

 

Este será assim o primeiro leilão de dívida pública que o IGCP vai realizar após as eleições legislativas de domingo. E acontece numa altura em que, no mercado secundário, os juros das obrigações soberanas portuguesas estão perto de mínimos históricos.

 

Fed retoma compra de ativos para prevenir crise de liquidez

O presidente da Reserva Federal norte-americana, Jerome Powell, anunciou ontem que a Fed vai retomar a compra de ativos, num esforço para evitar uma repetição da recente turbulência nos mercados monetários. Powell frisou que a compra de ativos se limitará a bilhetes do Tesouro, sublinhando que esta medida não deverá ser vista como um regresso aos programas de flexibilização quantitativa (quantitative easing – QE) dos tempos da crise financeira de 2008 – e que durou cerca de uma década com o intuito de estimular a economia do país.

 

Em relação aos juros diretores, Jerome Powell deixou as opções da Reserva Federal em aberto, como tem feito nos últimos tempos. São cada vez mais os analistas a apostar que a Fed, na reunião deste mês, irá cortar de novo os juros diretores. A acontecer, será a terceira redução deste ano.

 

Atas da Reserva Federal divulgadas 

As atas da reunião da reunião da Reserva Federal norte-americana de 17 e 18 de setembro são divulgadas nesta quarta-feira.

 

Nessa reunião, a Fed anunciou um corte dos juros, em 25 pontos base, colocando a taxa diretora num intervalo entre 1,75% e 2%. A decisão não foi unânime, tendo recebido três votos contra. Este corte foi o segundo do ano, depois de o banco central ter reduzido a taxa dos fundos federais na reunião que decorreu no final de julho.

 

FMI publica capítulos analíticos das perspetivas económicas mundiais

O Fundo Monetário Internacional publica os capítulos analíticos do World Economic Outlook. Estes documentos de análise serão seguidos com atenção pelos investidores e podem ter impacto nos mercados.

 

Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga o índice de volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas na indústria relativo a agosto.

 

Estatísticas do petróleo em foco nos Estados Unidos

A Administração de Informação em Energia (IEA, na sigla original, que está sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia) divulga os dados relativos aos inventários de crude dos EUA na semana passada, bem como os stocks de destilados e gasolina.

 

Na sessão de ontem, os preços do "ouro negro" estiveram em queda, numa altura em que a guerra comercial entre os EUA e a China continua a elevar os receios de uma travagem brusca da economia mundial – uma das primeiras "vítimas" é o petróleo.

 




Marketing Automation certified by E-GOI