Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Por cá, o IGCP emite dívida a 10 anos para se financiar até 1.000 milhões de euros, e teremos os resultados da Sonae. Lá fora, arrancam as audições no âmbito do processo de destituição de Trump, e termina o prazo para a Casa Branca decidir se aplica a tarifa aduaneira de 20% à importação de carros e componentes automóveis oriundos da UE ou se volta a adiar por mais seis meses.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Negócios 13 de novembro de 2019 às 07:30
IGCP avança com emissão até 1.000 milhões

O IGCP, a agência que gere a dívida pública portuguesa, vai realizar um novo leilão de dívida esta quarta-feira. O objetivo é emitir obrigações a 10 anos, num montante total entre 750 e 1.000 milhões de euros. 

Se emitir o valor máximo, o montante angariado este ano com a colocação no mercado de títulos de dívida de longo prazo ascenderá a 13,5 mil milhões de euros, o que corresponde a 87,7% do objetivo para 2019, que passava por emitir 15.400 milhões de euros em obrigações do Tesouro. A última vez que o IGCP emitiu dívida a 10 anos foi em setembro, tendo acordado uma taxa de juro de 0,264%, o que correspondeu a um novo mínimo histórico.

 

Sonae reporta contas dos primeiros nove meses

A Sonae divulga os resultados de janeiro a setembro, após o fecho da bolsa. O CaixaBank BPI antecipa lucros, nos primeiros nove meses do ano, de 95 milhões de euros, menos 10% do que no mesmo período do ano passado.

 

Considerando apenas o terceiro trimestre do ano, o resultado líquido terá mais do que duplicado (132%) para 57 milhões de euros. A semana vai fechar com os resultados da REN e Glintt (na sexta-feira).

 

Tarifas sobre carros europeus: sim ou não?

A Casa Branca tem até esta quarta-feira para decidir se aplica a tarifa aduaneira de 20% à importação de carros e componentes automóveis oriundos da União Europeia ou se volta a adiar essa imposição por mais seis meses. Esperava-se que o presidente dos EUA desse algum sinal no discurso de ontem, mas tal não se verificou. Sobre as trocas comerciais com o bloco europeu, Donald Trump limitou-se a classificar as barreiras ao comércio impostas pela União como "terríveis e de muitas formas piores do que as impostas pela China".

 

Entretanto, a Fox Business noticiou que Robert Lighthizer, o representante norte-americano para o Comércio, entrega hoje à Casa Branca um relatório que deixa nas mãos de Trump a possibilidade de "atingir países específicos" com a referida taxa sobre veículos automóveis da UE e respetivas componentes. Contudo, antes o Politico já havia avançado que o cenário mais provável passa por um novo adiamento de seis meses.

 

Arrancam audições para destituição de Trump

O processo de destituição (impeachment) de Donald Trump entra numa nova fase, com a Comissão do Congresso a abrir as portas para as primeiras audições públicas sobre a relação do presidente norte-americano com a Ucrânia. Mesmo que Trump seja acusado pelo Congresso, não é automática a sua destituição, que só valerá com votos do Senado, que é maioritariamente republicano.

 

Também neste dia irá ao Congresso - à Comissão Conjunta de Economia - o presidente da Fed, Jerome Powell, que comparece no dia seguinte na Comissão do Orçamento da Câmara dos Representantes.

 

Estatísticas do petróleo, dados da inflação e contas da Tencent

A Administração de Informação em Energia (IEA, na sigla original, que está sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia) divulga os dados relativos aos inventários de crude dos EUA na semana passada, bem como os stocks de destilados e gasolina. 

 

No plano dos dados económicos, hoje ficaremos a conhecer os números da inflação nos EUA e no Reino Unido.

 

No domínio empresarial, o destaque de hoje vai para os resultados da tecnológica chinesa Tencent no terceiro trimestre.

 




Marketing Automation certified by E-GOI