Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A semana em oito gráficos: Bolsa de Lisboa isolada nos ganhos em semana de resultados

Operações de compra na Europa e nos Estados Unidos ajudaram às valorizações do UBI e da E-Trade, enquanto uma nota de “research” positiva para a Sonae Capital ajudou a cotada a brilhar em Lisboa. Coronavírus volta a ajudar ouro e prata e a aliviar juros das dívidas.

Praça lisboeta sobe e Europa em queda

Praça lisboeta sobe e Europa em queda

A generalidade das bolsas europeias desvalorizaram numa semana em que o PSI-20 protagonizou a principal exceção. O índice alemão DAX registou a maior queda semanal numa altura em que os investidores pesam os sinais de instabilidade política no motor do euro.

PSI-20 sobe pela terceira semana

PSI-20 sobe pela terceira semana

Apesar de ter desvalorizado em três sessões e de ter ganho valor em apenas duas, a praça lisboeta conseguiu terminar a semana com saldo positivo (1,10%). O PSI-20 valorizou assim pela terceira semana consecutiva, o que eleva para 3,32% a valorização acumulada em 2020.

Sonae Capital brilha à luz “research”

Sonae Capital brilha à luz “research”

Com uma valorização de 9,10%, a Sonae Capital registou a maior subida semanal no PSI-20, tirando partido da nota de "research" em que o CaixaBI aponta a um potencial máximo de subida dos títulos da cotada de 193%. A Nos desceu após corte de 21% nos dividendos.

OPA deu gás ao UBI

OPA deu gás ao UBI

A oferta pública de aquisição lançada pelo Intesa Sanpaolo sobre o Unione di Banche Italiane (UBI), uma mega-fusão que a concretizar-se criaria o sétimo maior banco da Europa, animou os títulos do UBI. A frabricante de elevadores ThyssenKrupp foi a que mais desceu devido às dificuldades financeiras.

E-Trade disparou após ser comprada

E-Trade disparou após ser comprada

A plataforma eletrónica foi adquirida pelo banco Morgan Stanley por 13 mil milhões de dólares, operação que impulsionou as ações da E-Trade para a maior subida no S&P 500. Do lado contrário, a Norwegian Cruise Line foi penalizada pelo cancelamento de cruzeiros para a Ásia devido ao coronavírus.

PMI alemão deu força ao euro

PMI alemão deu força ao euro

Foi uma má semana para o dólar, que depreciou nos mercados cambiais contra as principais divisas mundiais. No caso do euro, a moeda única europeia beneficiou da primeira estimativa do índice PMI alemão que mostrou que o setor privado na Alemanha está a recuperar.

Ouro e prata sobem com coronavírus

Ouro e prata sobem com coronavírus

O metal dourado atingiu máximos de sete anos e a prata tocou a cotação mais alta desde 8 de janeiro. Estes metais beneficiaram de uma espécie de tempestade perfeita, pois, ao medo quanto ao impacto do coronavírus, juntou-se a pressão para uma política monetária menos expansionista.

Medo do covid-19 alivia juros das dívidas

Medo do covid-19 alivia juros das dívidas

As obrigações de dívida soberana voltaram a beneficiar do receio quanto à propagação do coronavírus, o que levou os investidores a centrarem atenções em ativos considerados seguros, como é o caso da dívida de economias como os Estados Unidos ou as da área do euro.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 22 de Fevereiro de 2020 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Na semana em que muitas cotadas portuguesas apresentaram os resultados de 2019, o PSI-20 ganhou mais de 1% e contrariou a tendência negativa das principais praças europeias, que foram penalizadas sobretudo pelo agravar dos receios relacionados com a propagação do coronavírus. 

A Sonae Capital foi a estrela da semana em Lisboa, enquanto lá foram brilharam duas empresas do setor financeiro que foram alvo de ofertas de compra.

O avanço do coronavírus levou os investidores a sairdas ações e reforçar nos ativos-refúgio, como o ouro e as obrigações soberanas.
Ver comentários
Saber mais A semana em oito gráficos
Mais lidas
Outras Notícias