Mercados A semana nos mercados em oito gráficos: Mota-Engil foi a estrela do PSI-20

A semana nos mercados em oito gráficos: Mota-Engil foi a estrela do PSI-20

A semana foi de altos e baixos nos mercados. O dólar esteve em alta, mas o ouro continuou a perder brilho. Já nas bolsas, o PSI-20 viveu um período morno no acumulado das cinco sessões, tendência a que o Stoxx 600 e o alemão Dax escaparam mas que apanhou outras bolsas do Velho Continente, como a londrina e a madrilena.
Carla Pedro Rui Santos - infografia 24 de fevereiro de 2018 às 09:30

A bolsa nacional ganha 1,51% desde o início do ano. E se esta semana foi mais morna para o índice de referência nacional, isso não impediu a Mota-Engil de disparar 7,5%, à boleia do bom desempenho do sector da construção na Europa.

 

Já o índice londrino destacou-se pelas perdas, numa semana em que o saldo do Stoxx 600 foi positivo. Entre as cotadas europeias que mais sobressaíram do lado positivo esteve a dinamarquesa Genmab, que disparou 14,06%. A contribuir para este desempenho esteve o facto de a empresa ter tranquilizado os investidores relativamente ao crescimento das vendas, este ano, do medicamento para o tratamento do mieloma – o Darzalex.

 

Nos EUA, os principais índices regressaram a ganhos mais consistentes na sexta-feira – numa semana mais curta devido ao feriado de comemoração do nascimento do primeiro presidente do país, George Washington –, animados pela queda dos juros das obrigações do Tesouro.

 

No mercado cambial, destaque para o fortalecimento do dólar face às principais congéneres, muito à conta das actas da última reunião da Fed, que apontam para uma possível aceleração da subida dos juros.