Mercados A semana nos mercados em oito gráficos: Obrigações e petróleo seguem forte recuperação das bolsas

A semana nos mercados em oito gráficos: Obrigações e petróleo seguem forte recuperação das bolsas

Na semana em que as bolsas recuperaram das quedas violentas sofridas anteriormente, também o petróleo e as obrigações soberanas da Zona Euro negociarem em terreno positivo. Veja o resumo da semana nos mercados em oito gráficos.
A semana nos mercados em oito gráficos: Obrigações e petróleo seguem forte recuperação das bolsas
Reuters
Nuno Carregueiro Rui Santos - infografia 17 de fevereiro de 2018 às 09:30



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Oráculo de Delfos 17.02.2018

1-Nenhum dos modelos que uso para prever recessões, está a dar sinal de alerta para recessão eminente;
2-O menos mau dos modelos de Market Timing que utilizo, forneceu-me ontem previsão recomendando-me redução do grau de alavancagem de um valor (Long) superior a 1 relativamente ao S&P, para um valor da ordem dos 0.5 (Long).
3-Faço notar que há alguns anos parece ter ocorrido uma mudança estrutural nos mercados: de estratégias ótimas baseadas em "trending", passou-se a estratégias "mean reverting". Mas, cabe perguntar, até quando ?
4-RECOMENDAÇÂO: adoptem a prática da Engenharia e da Aviação: joguem sempre do lado do seguro.
Para aqueles domínios, sempre foi uma recomendação empírica baseada na sabedoria da experiência.
Para os Mercados de capitais, é a conclusão que se tira de simulações com mercados artificiais,
e é a inferência que se retira de um estudo sobre Hedge Funds que há dias saiu;
5-Bom fim de semana para todos e que o sol brilhe forte e quente aí em Portugal.

comentários mais recentes
Em Bolsa tudo acontece ... menos o mais lógico ! 18.02.2018

Em relação ao recente mini-crash nas bolsas,
e que foi interpretado por muitos como reação lógica
à subida das expectativas da inflação,
de forma alguma se contesta o bom fundamento da inferência,
mas, como bom praticante de "advogado do diabo",
apenas se acentua o que a história dos mercados
tem múltipla vezes evidenciado:
em Bolsa acontece tudo, menos o que é mais lógico.
De facto, fazendo falar os números,
e estabelecendo a correlação
entre a inflação num momento e a rendibilidade registada um ano depois,
o coeficiente de correlação é praticamente zero,
tornando estatisticamente tão válida
a conclusão "ad nauseam" divulgada,
como a sua inversa !
Portanto, um "Aviso à Navegação":
em Bolsa não é como na Política:
o que parece, normalmente, NÂO é !

Oráculo de Delfos 17.02.2018

1-Nenhum dos modelos que uso para prever recessões, está a dar sinal de alerta para recessão eminente;
2-O menos mau dos modelos de Market Timing que utilizo, forneceu-me ontem previsão recomendando-me redução do grau de alavancagem de um valor (Long) superior a 1 relativamente ao S&P, para um valor da ordem dos 0.5 (Long).
3-Faço notar que há alguns anos parece ter ocorrido uma mudança estrutural nos mercados: de estratégias ótimas baseadas em "trending", passou-se a estratégias "mean reverting". Mas, cabe perguntar, até quando ?
4-RECOMENDAÇÂO: adoptem a prática da Engenharia e da Aviação: joguem sempre do lado do seguro.
Para aqueles domínios, sempre foi uma recomendação empírica baseada na sabedoria da experiência.
Para os Mercados de capitais, é a conclusão que se tira de simulações com mercados artificiais,
e é a inferência que se retira de um estudo sobre Hedge Funds que há dias saiu;
5-Bom fim de semana para todos e que o sol brilhe forte e quente aí em Portugal.

pub