Mercados A sua semana dia-a-dia: Produtores de petróleo decidem e economia revela-se

A sua semana dia-a-dia: Produtores de petróleo decidem e economia revela-se

O fim-de-semana trouxe o encontro de Trump com Xi. A semana, que tem menos um dia de negociação em Wall Street, vai-se revelar importante para o petróleo e dará indicadores económicos relevantes.
A sua semana dia-a-dia: Produtores de petróleo decidem e economia revela-se
Alexandra Machado 30 de junho de 2019 às 19:00
Segunda-feira Reuniões da OPEP e parceiros no radar

A semana começa com o radar dos mercados em Viena, na Áustria. Começa a reunião da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), na qual se espera que os produtores mantenham o acordo para o corte no débito de petróleo. Mas dia 2 aos países da OPEP juntam-se os grandes produtores que não estão no cartel, como a Rússia, no que é conhecido como OPEP+.  

Segunda-feira Maior IPO do ano no Brasil fala espanhola


A filial da Iberdrola no Brasil, a Neoenergia, entra em bolsa esta segunda-feira, com uma colocação a 15,65 reais (cerca de 3,58 euros) por ação, o que avalia a companhia em 4,3 mil milhões de euros. A elétrica espanhola terá um encaixe de 106 milhões, ficando a controlar mais de 50% do capital. É, para já, a maior oferta pública inicial da bolsa brasileira este ano.   

Segunda-feira Resultados da OPA à SAG

A oferta pública de aquisição de João Pereira Coutinho sobre a SAG terminou na sexta-feira, e esta segunda, dia 1 de julho, serão apurados os resultados. Este é um passo essencial para Pereira Coutinho vender a Siva à Porsche.   

Segunda-feira Finlândia preside à União Europeia

A Finlândia assume a 1 de julho a presidência rotativa semestral da União Europeia. No dia em que em Helsínquia, o banco central finlandês recebe a conferência sobre política monetária com congressistas de todo o mundo, incluindo o vice-presidente da Fed, Richard Clarida. Mas em Frankfurt, falará o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos.    

Terça-feira Mais um passo para penalizar Itália

A Comissão Europeia reúne-se dia 2 de julho, em Estrasburgo, para debater Itália, nomeadamente em relação ao procedimento por ter uma dívida elevada. Caso nesta reunião haja luz-verde, o processo passa os ministros das Finanças que se reúnem a 9 de julho.  

Quarta-feira Vários indicadores para estar atento
O índice dos gestores de compras dos serviços da zona euro será revelado no mesmo dia que se conhecerá o valor do mesmo indicador para o Reino Unido. Depois de no arranque da semana ser divulgado o índice dos gestores de compra industrial (PMI) na China, que se prevê que continue em junho na zona de contração, após a queda abaixo dos 50 pontos em maio, refletindo a continuada pressão do lado da produção. 
 
Quinta-feira Wall Street em feriado

O 4 de julho é o dia da independência dos Estados Unidos da América e, como tal, as bolsas norte-americanas estarão encerradas, comemorando esse aniversário, que leva, também, a um fecho antecipado no dia anterior.  

Quinta-feira Supervisão em debate

A conferência anual do CIRSF - Centro de Investigação em Regulação e Supervisão do Setor Financeiro realiza-se em Lisboa, com participação da CMVM, ASF, Banco de Portugal, FSI, EIOPA, BCE, entre outros. A supervisão no passado e no futuro será alvo de debate. 

Sexta-feira Encomendas às fábricas na Alemanha

As encomendas nas fábricas na Alemanha referentes a maio vão permitir um olho mais profundo sobre a procura interna e internacional de bens alemães, numa fase de alertas sobre esta economia europeia. Neste dia, Espanha divulga a produção industrial referente a maio.





Marketing Automation certified by E-GOI