Mercados num minuto Abertura dos mercados: Dia de queda nas bolsas, juros, petróleo e euro. Só dólar sobe

Abertura dos mercados: Dia de queda nas bolsas, juros, petróleo e euro. Só dólar sobe

As principais praças europeias seguem no vermelho, assim como o petróleo e os juros que estão a negociar em queda. Também o euro e o ouro desvalorizam numa sessão em que o dólar é a grande excepção ao valorizar perante a expectativa de pistas sobre novo aumento dos juros nos Estados Unidos.
Abertura dos mercados: Dia de queda nas bolsas, juros, petróleo e euro. Só dólar sobe
Reuters
David Santiago 21 de fevereiro de 2018 às 09:25

Mercado em números

PSI-20 desce 0,23% para 5.436,02 pontos

Stoxx 600 perde 0,40% para 378,97 pontos

Nikkei subiu 0,21% para 21.970,81 pontos

Euro cede 0,11% para 1,2324 dólares

Juro das obrigações portuguesas a 10 anos recuam 0,6 pontos base para 2,040%

Brent em Londres cai 0,63% para 64,84 dólares 

 

Bolsas europeias no vermelho na expectativa de resultados

As principais bolsas europeias abriram a sessão desta quarta-feira, 21 de Fevereiro, a transaccionar em terreno negativo, num dia que ficará novamente marcado pela apresentação de resultados por parte de algumas das principais cotadas do Velho Continente. 

É o caso do banco britânico Lloyds que reportou os números relativos ao exercício financeiro de 2017, que ficaram abaixo das expectativas, sendo que também a Glencore apresentou resultados.

O índice de referência europeu Stoxx 600 segue a perder 0,40% para 378,97 pontos, pressionado em especial pelas perdas registadas pelos sectores automóvel e petrolífero. O português PSI-20 acompanha a tendência de quedas ao recuar 0,23% para 5.436,02 pontos, penalizado pelo BCP (-0,82% para 0,2912 euros), pela Mota-Engil (-0,91% para 3,81 euros) e pela Jerónimo Martins (-0,45% para 17,54 euros).

 

Juros aliviam de duas sessões seguidas a subir

No mercado secundário de dívida as taxas de juro associadas às obrigações estão a recuar para a generalidade dos países da Zona Euro. No caso das obrigações lusas, a "yield" a 10 anos cede 0,6 pontos base para 2,040%, no dia em que o IGCP vai realizar um duplo leilão de bilhetes do Tesouro.

Tendência partilhada pelos restantes países periféricos da moeda única, com as taxas de juro da dívida espanhola e italiana na maturidade a 10 anos a recuarem 1,3 e 1,1 pontos base para 1,518% e 2,058%, respectivamente. Já as "bunds" germânicas neste prazo caem 2,6 pontos base para 0,709%.

 

Euro em mínimos de uma semana face ao dólar 

A moeda única europeia está a cair contra o dólar pelo segundo dia consecutivo, tendo já tocado esta manhã no valor mais baixo desde 14 de Fevereiro face à divisa norte-americana. Por sua vez, o dólar está em máximos de uma semana num cabaz que pede o desempenho da moeda norte-americana relativamente às principais divisas mundiais.


O aliviar da apreensão em relação ao défice orçamental dos Estados Unidos e a subida das obrigações no mercado obrigacionista tem contribuído para a valorização do dólar. No entanto, é a divulgação, esta quarta-feira, das actas relativas à última reunião da Reserva Federal dos Estados Unidos e a perspectiva de pistas quanto ao momento para uma nova subida dos juros pelo banco central americano que mais contribui para a valorização do dólar.

  

Crude cai com perspectiva de aumento das reservas americanas

O preço do petróleo está a desvalorizar nos mercados internacionais numa altura em que o foco dos investidores se volta para a divulgação da evolução das reservas petrolíferas dos Estados Unidos. A Bloomberg escreve que as estimativas apontam para um aumento da produção petrolífera norte-americana de 3 milhões de barris na semana passada.

A confirmar-se este aumento, a produção americana poderá assim voltar a dificultar o plano da organização dos países exportadores de petróleo (OPEP) que, em conjunto com a Rússia, mantêm cortes à produção numa tentativa de revalorização da matéria-prima.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações nacionais, cai 0,63% para 64,84 dólares por barril, a segunda sessão seguida em queda. Já o West Texas Intermediate (WTI), que é transaccionado em Nova Iorque, cai 0,86% para 61,26 dólares.

 

Ouro cai pelo quarto dia para mínimo de 14 de Fevereiro

O metal precioso mantém a toada de desvalorização, penalizado pela evolução positiva do dólar nas últimas sessões. Depois de quatro dias consecutivos a cair, a matéria-prima está a perder valor também há quatro sessões, estando a negociar em mínimos de uma semana (14 de Fevereiro). O ouro está nesta altura a cair ténues 0,09% para 1.327,97 dólares a onça encaminhando-se para o maior ciclo de perdas de 2018, com a matéria-prima pressionada pela valorização do dólar que lhe retira atractividade enquanto activo de refúgio.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
RPG ( vendam tudo e COMPREM BCP ) 21.02.2018





pessoal amigo ATESTEM tudo o que puderem de MILENIUM BCP porque amanhã vai ser lançada UMA OPA a 0.75 por ação

O BCP é bom para TORRAR dinheiro e shortar! 21.02.2018

Ora, temos de novo os BCPatos a levar nas NALGAS! Comprem Altri e Navigator e deixem-se de banquetas falidas! O BCP já fez cerca de 40 aumentos de capital no tempo e depois Jorge Jardim Gatuno Gonçalves! Querem mais? Quem detêm este CANCRO à 20 anos mesmo indo a todos os AC está a perder fortemente!

Bruno 21.02.2018

O BCP já está abaixo de .3? Mesmo com o resultado? Quem o tem é que sabe como se faz. Os outros, como eu, esperam de biquinho aberto, à espera de uma migalhinha.

pub