Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura de mercados: Investidores aguardam palavras de Mario Draghi

Os analistas consultados pela Bloomberg não esperam por alterações nas taxas de juro do Banco Central Europeu. Mario Draghi vai hoje falar sobre os dois novos programas de compra de activos do sector privado: ABS e covered bonds.

Bloomberg
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 02 de Outubro de 2014 às 08:25

Esta quinta-feira, 2 de Outubro, vai ser marcada pela reunião mensal do conselho do Banco Central Europeu (BCE).

 

Os mercados esperam agora pelas palavras do presidente da autoridade monetária em conferência de imprensa marcada para a 13h30 que hoje vai ter lugar em Nápoles, Itália, e não na sede do banco em Frankfurt, Alemanha.

 

Contudo, os analistas não esperam por alterações nas taxas de juro do BCE, segundo uma sondagem realizada pela Bloomberg.

 

Por agora, Mario Draghi deverá focar-se nos dois novos programas de compra de activos do sector privado não financeiro que vão ser lançados este mês: a compra de dívida titularizada (programa ABS - asset-based securities) e a compra de obrigações hipotecárias (covered bonds).

 

Caso as medidas de estímulo que o banco central tem vindo a tomar nas últimas reuniões não surtam efeito - com o objectivo de injectar dinheiro no mercado para combater a baixa inflação -, o BCE poderá avançar para novas medidas nos próximos meses incluindo a compra de dívida pública.

 

Olhando para o Extremo Oriente, as bolsas asiáticas estão em queda, com a bolsa de Tóquio a sofrer a maior desvalorização em seis meses.

 

O índice Topix caiu 3% depois do iene sofrer a maior queda face ao dólar em seis meses, e o Nikkei 225 desceu 2,5%. Já O índice MSCI Asia Pacific perdeu 2%.

 

Nos mercados petrolíferos, o barril de West Texas Intermediate (WTI) negociou no preço mais baixo dos últimos 17 meses, com a cotação a subir após dados oficiais revelarem que os inventários de crude expandiram pela segunda semana no maior depósito dos Estados Unidos para os 20,5 milhões de barris. O barril de WTI para Novembro está nos 90,67 dólares, tendo descido seis cêntimos.

 

Já o barril de Brent para Novembro caiu quatro cêntimos para os 94,12 dólares. Na sessão de ontem caiu para os 94,12 dólares, o valor mais baixo desde 28 de Junho de 2012.

 

O euro está a registar uma sessão estável, a negociar nos 1,2628 dólares por euro.

Ver comentários
Saber mais BCE banco central europeu abertura de mercados Ásia Petróleo euro
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio