Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura de mercados: Japão cai mais de 4%

Acções continuam a cair um pouco por todo o globo. Euro e dólar mantêm-se praticamente sem alteração, tal como os preços do petróleo.

Bloomberg
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 04 de Fevereiro de 2014 às 07:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O mercado accionista global continua em queda. Depois de fechos negativos da primeira sessão da semana na Europa e nos Estados Unidos, a Ásia encerrou esta terça-feira em baixa. E, no caso de Japão e de Hong Kong, as descidas foram expressivas. O nervosismo para com os emergentes não abandona os investidores.


O índice japonês Nikkei caiu pela quarta vez consecutiva, encerrando com uma desvalorização de 4,18%. O movimento levou-o aos 14.008,47 pontos, o fecho mais baixo desde Outubro passado.

 

O congénere Topix também apresenta o mesmo ciclo negativo, tendo resvalado 4,77% para 1.139,27 pontos na sessão de hoje. Os dois índices apresentam quedas acumuladas acima de 12% desde o início do ano.

 

Uma das cotadas a apresentar uma tendência negativa foi a fabricante automóvel Toyota, que registou uma desvalorização de 5,7% para 5.500 ienes, depois de ter apresentado contas, em que as vendas ficaram aquém do esperado.

 

Os índices nipónicos estão a corrigir de ganhos do final do ano passado, com os investidores a seguirem o nervosismo que se sente nos mercados devido os receios com um abrandamento do crescimento económico na China e com o corte de estímulos nos Estados Unidos e seus efeitos nas economias emergentes como a Turquia.

 

“Depois de alguns dados económicos negativos, os mercados podem muito bem ficar mais fracos durante alguns dias ou semanas”, antecipa o gestor de fundos Angus Gluskie, citado pela agência Bloomberg. Ontem foi anunciado que a actividade industrial norte-americana cresceu ao ritmo mais fraco em oito meses.

 

Além do Japão, também Hong Kong deslizou em força na sessão de hoje. O índice Hang Seng perdeu 2,6%, num dia em que as bolsas da China, Taiwan e Vietname permaneceram encerradas. O índice geral MSCI Ásia Pacífico cedeu 2,6% para 130,39 pontos, o que é, de acordo com a Bloomberg, o fecho com a pontuação mais baixa desde 30 de Agosto.

 

O mercado cambial, no que diz respeito à variação do euro face ao dólar, está praticamente estagnado. O euro segue a somar 0,06% para os 1,3533 dólares. Já o dólar australiano avança 1,5%, depois de o banco central ter mantido as taxas de juro.

 

No mercado de matérias-primas, o petróleo segue sem grandes alterações. Os contratos futuros de West Texas Intermediate, negociados em Nova Iorque, somam 0,10% para 96,53 dólares por barril, enquanto os contratos de Brent do Mar, transaccionados em Londres e que servem de referência para as importações nacionais, recuam 0,08% para os 105,95 dólares.

Ver comentários
Saber mais Japão Europa MSCI Ásia Pacífico
Outras Notícias