Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ABN Amro vende 2% do BCP por 120 milhões de euros

O Banco Comercial Português anunciou hoje ter recebido a comunicação de que o ABN Amro alienou um total de 67 milhões de acções do banco, passando a ficar apenas com 772 acções do BCP, quando a 30 de Junho tinha uma posição de 3,56%.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Dezembro de 2004 às 18:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Comercial Português anunciou hoje ter recebido a comunicação de que o ABN Amro alienou um total de 67 milhões de acções do banco, passando a ficar apenas com 772 acções do BCP, quando a 30 de Junho tinha uma posição de 3,56%.

Num comunicado o BCP diz ter «ontem recebido do ABN Amro Bank informação relativa à venda em bolsa em 10 de Dezembro de 2004 de 40.120.000 acções do

Banco Comercial Português, na sequência da qual a sua participação naquela data foi reduzida para 26.880.772 acções, correspondente a 0,83% do capital social e direitos de votos».

Esta transacção foi efectuada em bolsa e segundo os registos da sessão de 10 de Dezembro, as acções foram vendidas a 1,8 euros cada uma, num negócio que perfez um total de 72,2 milhões de euros.

Segundo o BCP, o ABN Amro a 13 de Dezembro, voltou a vender mais 26,88 milhões de acções do banco, pelo que no final da operação passou a controlar apenas 772 acções do BCP.

Nesse dia passou um bloco de 24 milhões de acções do BCP em bolsa, também negociadas a 1,8 euros cada.

Caso todas as 67 milhões de acções do BCP, que correspondem a 2% do capital do banco, tenham sido alienadas a 1,8 euros cada uma (pelo menos 64,12 milhões de acções foram a este preço), o ABN encaixou um total de 120,6 milhões de euros com estas duas operações.

Mas o banco holandês já antes estava a reduzir a sua posição no capital do BCP, pois segundo diz banco de Jardim Gonçalves no seu site, a 30 de Junho o ABN detinha um total de 110 milhões de acções, equivalentes a 3,56% do capital do BCP.

No comunicado de hoje, o BCP não identifica quem comprou esta posição alienada pelo ABN, mas caso tenha sido um novo accionista esta terá de ser comunicada ao mercado, por superar uma posição relevante acima de 2%.

As acções do BCP fecharam inalteradas nos 1,87 euros.

Outras Notícias