Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções do Dubai disparam o máximo desde Fevereiro após Emaar desistir de fusão

A bolsa do Dubai atingiu a maior subida desde Fevereiro, enquanto o custo dos contratos para proteger a dívida do país caiu pela primeira vez em seis dias, depois da Emaar Properties PJSC ter abandonado os seus planos para a fusão com as unidades de imobiliário do Dubai Holding.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 11:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
(Correcção: substitui "atingiu máximos" por "atingiu a maior subida")

A bolsa do Dubai atingiu a maior subida desde Fevereiro, enquanto o custo dos contratos para proteger a dívida do país caiu pela primeira vez em seis dias, depois da Emaar Properties PJSC ter abandonado os seus planos para a fusão com as unidades de imobiliário do Dubai Holding.

A bolsa do Dubai disparou 7%, a maior valorização desde 23 de Fevereiro, para cotar nos 1.640,76 pontos. Ainda assim, o índice cai 22%, desde que no passado dia 25 de Novembro foi divulgado que a Dubai World estava em negociações com os bancos para renegociar os seus pagamentos da sua dívida.

Os credit-default swaps (CDS) para a dívida do Dubai desceram 7 pontos base para 592 pontos, naquela que é a primeira queda destes contratos em seis dias.

A Dubai World, a "holding" de investimentos do Dubai, anunciou na semana passada que deu início a negociações construtivas com os bancos, no sentido de reestruturar a dívida de 26 mil milhões de dólares (17,2 mil milhões de euros).

A Emaar disparou 15%, a negociar em máximos de Novembro de 2008, reduzindo as quedas na semana para 13%. A empresa está a ser impulsionada pela notícia que desistiu da fusão com a Dubai Porperties, uma vez que a transacção não era “economicamente viável, no actual clima económico”.

A Arabtec, a maior empresa de construção dos Emirados Árabes Unidos, ganhou 6,9%, o valor mais alto em mais de um mês, para cotar em 1,85 dirhams.

Já o Dubai Islamic Bank valorizou 15%, para os 1,97 dirhams, o valor mais alto desde Novembro de 2008. A subida máxima diária das acções no Dubai é de 15%.

Ver comentários
Outras Notícias