Bolsa Acções do Sporting deslizam mais de 17,5%

Acções do Sporting deslizam mais de 17,5%

As acções da SAD do Sporting deslizaram mais de 17,5% esta sexta-feira, depois de ontem ter aumentado para nove o número dos jogadores da equipa principal que apresentaram a rescisão do contrato, apresentando justa causa.
Sara Antunes 15 de junho de 2018 às 11:00
As acções da SAD do Sporting desceram 17,72% para 0,65 euros, tendo trocado de mãos 787 acções. Esta queda surge um dia depois de ter terminado o prazo para os jogadores da equipa principal de futebol rescidirem contrato apresentando justa causa, devido aos incidentes em Alcochete.

Os jogadores que apresentaram o pedido de rescisão foram: Rúben Ribeiro, Rodrigo Battaglia, Rafael Leão, Bas Dost, Gelson Martins, William Carvalho, Bruno Fernandes, Rui Patrício e Daniel Podence.

Esta manhã já todas as SAD negociaram, com a do Porto a registar uma queda superior a 5% para 0,615 euros, com apenas cinco acções negociadas. Os títulos da SAD do Benfica sobem 1,5% 1,355 euros, tendo transaccionado 125 acções.

Em cotadas como o Sporting, que têm pouca liquidez ou pouca dispersão em bolsa, a negociação não é contínua, mas sim por chamada. Ou seja, as ordens só entram duas vezes por dia: uma às 10h30 e outra às 15h30. 

Se as ordens que tiverem entrado corresponderem a uma variação superior a 10% face à última negociação (a partir da qual é espoletado o travão automático), as acções ficam congeladas. Contudo, na chamada seguinte a variação já pode superar os 10%, porque o valor de referência vai mudando. 






pub

Marketing Automation certified by E-GOI