Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções da EDP desvalorizam com decisão do tribunal e eventual privatização

As acções da Energias de Portugal estavam esta manhã a descer quase 2%, reagindo de forma negativa à decisão do Tribunal de Primeira Instância das Comunidades Europeias, que deu razão a Bruxelas ao veto da aquisição da GDP, bem como à eventual privatizaçã

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 21 de Setembro de 2005 às 10:51
  • Partilhar artigo
  • ...

Mas a EDP teve hoje outra notícia que é considerada negativa para as acções da empresa, pelos mesmo analistas. È que segundo o «Diário Económico», o Governo está a preparar uma nova fase de privatização da EDP, que deverá ocorrer através de uma colocação privada de acções junto de investidores institucionais.

Para o BPI esta noticia tem um «impacto neutral a negativo» para as acções da EDP, pois uma nova fase de privatização pode colocar alguma pressão sobre as acções, apesar de uma posição de apenas 5% poder ser absorvida pelo mercado sem grande impacto.

Segundo o mesmo jornal o lote de acções a privatizar, cerca de 5% do capital, virá da participação detida pela CGD e permitirá ao Governo cumprir a meta de receitas de privatizações prevista para este ano, de 400 milhões de euros.

O BPI lembra que a CGD, que controla 9,8% do capital da EDP, já tinha anunciado que queria reduzir a sua posição na eléctrica para 5%, pelo que esta redução já era esperada.

Outras Notícias