Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Acções da Teixeira Duarte têm um potencial de subida até 80% no melhor cenário”

A actualização do valor das participações da Teixeira Duarte na Cimpor e no BCP, assim como o maior valor dos activos imobiliários, levaram a UBS a aumentar o preço-alvo da empresa para os 3,40 euros, o que confere um potencial acima de 30%. Mas tendo em

Patrícia Silva Dias patriciadias@negocios.pt 09 de Março de 2007 às 09:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A actualização do valor das participações da Teixeira Duarte na Cimpor e no BCP, assim como o maior valor dos activos imobiliários, levaram a UBS a aumentar o preço-alvo da empresa para os 3,40 euros, o que confere um potencial acima de 30%. Mas tendo em conta um cenário mais optimista, a casa de investimento afirma que o "upside" das acções poderá chegar aos 80%.

O banco suíço explica, numa nota de "research" divulgada hoje, que a construtora portuguesa negoceia com um desconto de 34% ao nível do valor líquido do activos (NAV). E acrescenta que a "Teixeira Duarte oferece uma oportunidade de investir na Cimpor com uma desconto de 56% em relação aos preços do mercado".

Mas estas são as estimativas mais conservadoras. O analista Ignacio Sanz considera que "as acções da Teixeira Duarte têm um potencial de subida até 80% no melhor cenário".

Mesmo depois dos recentes máximos fixados pela Cimpor e pelo BCP, e pressupondo uma recuperação de 14% da margem de EBITDA, a UBS afirma que o NAV poderá subir de 3,7 euros para os 5,2 euros.

O banco de investimento reitera assim a recomendação de "comprar2" e aponta da Teixeira Duarte como uma candidata à entrada no índice PSI-20.

O "research" optimista da UBS está a suportar a valorização dos títulos da empresa, que estão a subir 5,45% para os 2,71 euros.

Ver comentários
Outras Notícias