Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções da Vivendi sobem com compromisso de saída de crise assumido por Fourtou

As acções da Vivendi Universal subiram um máximo de 18%, após novo presidente executivo da empresa, Jean-Rene Fourtou, se ter comprometido em afastar a crise de liquidez causada pelo seu antecessor, Jean-Marie Messier.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 04 de Julho de 2002 às 10:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As acções da Vivendi Universal subiram um máximo de 18%, após novo presidente executivo da empresa, Jean-Rene Fourtou, se ter comprometido em afastar a crise de liquidez causada pelo seu antecessor, Jean-Marie Messier.

As acções da empresa francesa começaram a subir, após o novo presidente executivo da Vivendi ter iniciado conversações com os credores para negociarem novas linhas de crédito.

Os directores da Vivendi, liderados por Edgar Bronfman, «atribuíram a Jean-Ren Fourtou a tarefa de tomar o controlo dos 77 mil milhões de dólares (78,5 mil milhões de euros) despendidos em aquisições, que conduziram aos resultados negativos da empresa em 2001 e a uma quebra de 77% da liquidez», divulgou a empresa em comunicado.

O novo presidente executivo afirmou que irá proceder à avaliação da empresa nos próximos três meses.

A Vivendi revelou ontem em comunicado que tem 1,2 mil milhões de euros em dinheiro e 1,6 mil milhões de euros em crédito mal parado.

A segunda maior empresa de media tem actualmente uma dívida de 17 mil milhões de euros e está avaliada em 15,1 mil milhões de euros.

A Vivendi seguia a subir 7,70% para os 14,97 euros.

Outras Notícias