Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções de fidelidade da PT podem negociar a partir de 5 Dezembro

A partir de 5 de Dezembro, os titulares de acções adquiridas na última fase de privatização da Portugal Telecom (PT) podem negociar os títulos em Bolsa, mantendo o direito ao prémio de fidelidade, anunciou a PT em comunicado.

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 13 de Novembro de 2001 às 08:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A partir de 5 de Dezembro, os titulares de acções adquiridas na última fase de privatização da Portugal Telecom (PT) podem negociar os títulos em Bolsa, mantendo o direito ao prémio de fidelidade, anunciou a PT em comunicado.

Na última fase de privatização da PT [PLTM], cuja sessão especial de Bolsa decorreu a 4 de Dezembro de 2000, as acções adquiridas nas tranches destinadas aos trabalhadores, pequenos subscritores e emigrantes, e mantidas durante um ano, tinham reservado um prémio de fidelidade.

Assim, quem adquiriu títulos da PT nas referidas tranches da OPV e as manteve durante um ano, ou seja, até ao próximo 5 de Dezembro, receberá uma acção por cada 10 compradas na altura.

A partir de 5 de Dezembro inclusive, as acções já podem ser negociadas em Bolsa, com os seus titulares a manterem o direito ao prémio de fidelidade.

Segundo o comunicado da PT, as respectivas acções de fidelidade, serão depositadas nas contas dos intermediários financeiros até 14 de Dezembro, prevendo-se a «admissão das acções à negociação com a maior brevidade possível».

A PT fechou ontem nos 9,30 euros (1.864 escudos), a subir 1,31%.

Outras Notícias