Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

AdC passa concentração do BCP com BPI a investigação aprofundada

A Autoridade da Concorrência (AdC) decidiu passar a concentração do Millennium bcp com o Banco BPI a investigação aprofundada, disse fonte financeira próxima do processo.

Negócios com Reuters 28 de Junho de 2006 às 21:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Autoridade da Concorrência (AdC) decidiu passar a concentração do Millennium bcp com o Banco BPI a investigação aprofundada, disse fonte financeira próxima do processo.

Uma investigação aprofundada é aberta quando a AdC considera que a operação em causa é susceptível, à luz dos elementos recolhidos, de criar ou reforçar uma posição dominante da qual possam resultar entraves significativos à concorrência efectiva no mercado nacional ou numa parte substancial deste.

O Millennium bcp, líder da banca privada em Portugal, lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre o BPI, oferecendo 5,7 euros por acção, avaliando a instituição em 4.332 milhões de euros (ME).

«A AdC decidiu levar a OPA sobre o BPI à segunda fase de investigação aprofundada já que, na primeira fase, questões relevantes de concorrência não ficaram esclarecidas», disse aquela fonte financeira.

Fonte oficial da AdC disse que não comenta uma vez que as empresas estão a ser notificadas. Uma confirmação só ocorrerá depois de ter a certeza que os dois bancos foram notificados.

Uma investigação aprofundada tem uma duração máxima de 90 dias úteis, finda a qual a operação pode ser autorizada, autorizada com remédios ou proibida.

A passagem a fase de investigação aprofundada vem permitir uma análise mais detalhada dos elementos recolhidos durante a primeira fase ou proceder à recolha de novos elementos que a primeira fase indiciou serem relevantes.

Ver comentários
Outras Notícias