Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aer Lingus regista prejuízos com custos do IPO e defesa à OPA da Raynair

A Aer Lingus, a segunda maior companhia aérea da Irlanda, reportou prejuízos em 2006 com os custos associados à dispersão do capital em bolsa e à defesa da oferta pública de aquisição (OPA) da Raynair.

Paulo Moutinho 13 de Março de 2007 às 11:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Aer Lingus, a segunda maior companhia aérea da Irlanda, reportou prejuízos em 2006 com os custos associados à dispersão do capital em bolsa e à defesa da oferta pública de aquisição (OPA) da Ryanair.

Os prejuízos da Aer Lingus ascenderam aos 69,9 milhões de euros, depois de no ano anterior a companhia aérea ter reportado lucros de 88,90 milhões de euros. As receitas da empresa subiram 11% para um total de 1,11 mil milhões de euros.

Para este resultado negativo contribuíram os custos relacionados com a oferta pública inicial (IPO) que a empresa realizou em Setembro do ano passado. Três dias depois da dispersão do capital em bolsa, a companhia foi alvo de uma OPA hostil por parte da Raynair.

A Aer Lingus rejeitou a OPA e desde então tem vindo a tentar convencer os seus accionistas de que a companhia é capaz e merece manter-se independente.

Em entrevista à Bloomberg, o CEO da Aer Lingus, Dermot Mannion, classificou os resultados obtidos em 2006 de "robustos, considerando o ambiente competitivo" da indústria, "em particular nos voos de curta distância".

Apesar dos prejuízos, as acções da Aer Lingus seguem a valorizar, somando 1,7% para 2,95 euros por acção.

Ver comentários
Outras Notícias