Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

África do Sul não vai diminuir as exportações de milho

A África do Sul, o maior produtor de milho em África e o quinto maior exportador do mundo, não vai juntar-se à China na redução das exportações das sementes para travar a subida nos preços domésticos, pois esta medida poderia desencorajar os agricultores

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 28 de Abril de 2008 às 10:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A África do Sul, o maior produtor de milho em África e o quinto maior exportador do mundo, não vai juntar-se à China na redução das exportações das sementes para travar a subida nos preços domésticos, pois esta medida poderia desencorajar os agricultores de aumentar a produção, anunciou o ministro da Agricultura do país Lulu Xingwana.

"Não acreditamos que reduzir as exportações vá ajudar-nos a longo-prazo", referiu aquele ministro em entrevista, citado pela agência Bloomberg.

Os preços do milho, trigo e arroz subiram para valores recorde este ano devido a alguns países incluindo a China, Rússia, Egipto e Índia terem imposto taxas de exportação ou terem limitado as vendas para travar a inflação e assegurar as necessidades domésticas.

"A forma mais eficaz de travar a inflação dos alimentos é aumentar a produção", adiantou Takaki Shigemoto, analista na Okachi & Co., citado pela agência Bloomberg. O mesmo responsável acrescentou que "as restrições de exportação não são uma solução para o problema".

Outras Notícias