Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

À procura dos combustíveis mais baratos de Portugal

O Natal é um período de corrida às estradas nacionais, não só às lojas. E em ano de crise, aumenta a necessidade de poupar no combustível. Os preços mais em conta estão nas grandes cidades. Conheça as rotas dos preços baixos.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt | Paulo Moutinho 26 de Dezembro de 2008 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Natal e o Ano Novo enchem as estradas nacionais com milhares de portugueses que percorrem centenas de quilómetros para celebrar a época festiva com as suas famílias. Além das prendas, que já eliminaram parte do orçamento, há que pensar em todos os custos que a viagem implica, especialmente, com o combustível. Os preços têm descido, mas continuam a fazer mossa nas contas. Planear as paragens para abastecer o veículo pode ser proveitoso, já que, se comparar, facilmente conseguirá poupar.

As diferenças de preços dos combustíveis, nos postos de abastecimento em Portugal, não são muito significativas. Mas cêntimo a cêntimo, sente-se a diferença e, por vezes, o combustível mais barato está mesmo ao virar da esquina. Basta procurar. A Internet assume-se como a "melhor amiga" dos automobilistas. Um comparador de preços oficial está prometido para o início de 2009. Até lá, o eleito é o "maisgasolina.com", "site" construído com diversos contributos.

O destino predilecto da quadra é a Norte, para quem habita em Lisboa. A A1 é quase inevitável, seguindo-se depois a A23 até, por exemplo, à Guarda. Os preços nas estações de serviço de ambas as auto-estradas são praticamente idênticos, com ligeira variação no gasóleo que, neste caso, é mais barato na Galp Energia. O mais rentável acaba por ser abastecer ainda na capital. Lisboa é dos distritos que apresenta preços mais baixos.

Abastecer um depósito de 50 litros, em Lisboa, custa 51,30 euros, no caso dos automóveis a gasolina, caso opte pela estação do Jumbo, em Alfragide. E gastará 44,5 euros se utilizar gasóleo, abastecendo na mesma "bomba". Num qualquer posto da auto-estrada, gastará, pelo menos, mais 4,40 euros na gasolina e 5 euros no gasóleo. Chegado ao destino, e com Espanha a escassos quilómetros, compensa visitar "nuestros hermanos". As diferenças são notórias. A menos de um minuto de Vilar Formoso, e também na Galp Energia, o gasóleo custa 0,856 euros por litro, enquanto a gasolina está a ser vendida a 0,832 euros.

As férias de Natal a partir do Porto, qualquer que seja o destino do Norte Interior, são mais baratas. Ainda assim, abastecer em plena auto-estrada significa, na grande maioria das ocasiões, pagar os preços de referência da rede nacional das grandes companhias petrolíferas, como é o caso da Galp Energia e da BP, da Repsol ou da Cepsa/Total.

Mais uma vez, encher o depósito é mais barato antes de iniciar a viagem. No Porto, a poupança é grande. A Invicta conta com os preços mais baixos do País tanto de gasolina como de gasóleo.

A Cepsa, em Valongo, é a campeã a nível nacional. O gasóleo custa 0,883 euros e a gasolina está no limiar de um euro por litro, diferenças de 11 cêntimos face à média dos preços de referência praticados pela Galp Energia, BP e Repsol. Supondo que abastece, durante um ano, o veículo neste posto de combustível - mantendo-se os preços actuais - poupará 101 euros em gasolina, considerando que percorre 15 mil quilómetros por ano, e 95 euros no caso do gasóleo.

No extremo oposto, Beja surge no mapa como o distrito com os combustíveis mais caros, seguido por Évora. Mais a Sul, Faro também não fica bem posicionado quando falamos de poupança com o combustível. Mais uma vez, é na Cepsa de Porto de Lagos que se encontram os preços mais baixos. Se subir até Lisboa, opte por abastecer antes. Se for de Lisboa para o Algarve, pela ponte Vasco da Gama, vale a pena parar no posto do Continente do Fórum Montijo. Pela ponte 25 de Abril, pode valer a pena perder alguns minutos nas filas para o posto do Jumbo de Almada.
Ver comentários
Outras Notícias