Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ahold vai vender activos no valor de 2,5 mil milhões de euros até 2005

A holandesa Ahold apresentou hoje o novo plano estratégico para os próximos três anos, afirmando que vai realizar um aumento de capital de 2,5 mil milhões de euros e realizar desinvestimentos de igual valor até 2005. A empresa, que em Portugal controla 49

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 07 de Novembro de 2003 às 09:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A holandesa Ahold apresentou hoje o novo plano estratégico para os próximos três anos, afirmando que vai realizar um aumento de capital de 2,5 mil milhões de euros e realizar desinvestimentos de igual valor até 2005. A empresa, que em Portugal controla 49% da Jerónimo Martins Retalho, anunciou apenas que vai abandonar o mercado espanhol.

Num comunicado a empresa holandesa afirma que o novo plano estratégico vai criar uma «nova Ahold».

Até 2005 a empresa vai vender activos com o objectivo de encaixar 2,5 mil milhões de euros, mas identificou apenas o mercado brasileiro e o espanhol onde vai realizar desinvestimentos.

Em Portugal a empresa controla 49% da JMR, em parceria com a Jerónimo Martins e o mercado especulou que a companhia também iria alienar esta posição, depois de ter sido conhecido a empresa empolou os resultados devido a fraudes contabilísticas.

A empresa portuguesa tem uma opção de compra sobre a posição da Ahold, caso a companhia holandesa decida sair do mercado português.

Num comunicado a Ahold diz que «apesar de acreditar na viabilidade das suas operações em Espanha», vai iniciar o mais breve possível o processo de venda dos seus activos neste país.

Outros objectivos da empresa consistem em recuperar a unidade dos Estados Unidos, a US Foodservice, poupar custos em 600 milhões de euros por ano e reforçar os métodos contabilísticos, de controlo e «corporate governace».

A Ahold anunciou, também hoje, a intenção de realizar um aumento de capital de 2,5 mil milhões de euros, operação que em conjunto com a venda de activos, vai permitir que a empresa volte a ter um perfil de retorno do investimento em 2005.

A Ahold anunciou ainda que no primeiro semestre deste ano apurou um lucro de 60 milhões de euros, face aos prejuízos de 142 milhões de euros do período homólogo.

As acções da empresa seguiam a subir 4,4% para os 8,30 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias