Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

AIE revê em alta previsões de procura e OPEP admite cortar a produção

A Agência Internacional de Energia (AIE) reviu em alta as previsões de procura de petróleo, em 2009, para 87,8 milhões de barris por dia. Já a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) admitiu reduzir a produção, afirmado que o mercado está sobre abastecido.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 12 de Agosto de 2008 às 12:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Agência Internacional de Energia (AIE) reviu em alta as previsões de procura de petróleo, em 2009, para 87,8 milhões de barris por dia. Já a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) admitiu reduzir a produção, afirmado que o mercado está sobre abastecido.

Esta possibilidade foi avançada pelo ministro de petróleo iraniano, Mohammad Ali Khatibi. O responsável admitiu que a OPEP pode anunciar um novo corte da produção na próxima reunião de Setembro, de forma a equilibrar a oferta e a procura de mercado.

"A procura tem abrandado devido à recessão económica em vários países desenvolvidos, o que tem provocado a queda do preço. Normalmente, a procura aumenta no quatro trimestre em 1,5 milhões de barris mas teremos que ter em consideração a situação económica de alguns países", afirmou Mohammad Ali Khatibi numa entrevista telefónica concedida à agência Bloomberg.

Desde o início do ano, 12 dos 13 membros da OPEP produziram 29,67 milhões de barris de petróleo por dia. A organização vai estar reunida no dia 9 de Setembro em Viena.

AIE revê em baixa produção da OPEP...

Entretanto, a AIE reviu em baixa a produção da OPEP para 2008, em 100 mil por dia. O relatório mensal da AIE revela que a produção da OPEP deverá ser de 31,6 milhões de barris por dia, de forma a equilibrar a oferta e a procura do mercado.

A AIE reviu, no entanto, em alta as previsões de produção dos países produtores de petróleo que não pertencem à OPEP, em 100 mil barris diários para um total de 50,1 milhões de barris.

... e aumenta previsões da procura em 2009

Entretanto, a AIE reviu em alta a procura de petróleo em 2009. A agência estima, agora, que a procura cresça em 70 mil barris para 87,8 milhões de barris por dia. Este valor representa um crescimento de 1,1% na procura de petróleo.

Para este ano, a AIE manteve as previsões inalteradas. Estas indicam um crescimento de 0,9%.

A agência antecipa que a procura de petróleo vai aumentar na China, após o encerramento dos Jogos Olímpicos de Pequim. "A procura deverá voltar a subir, após serem retiradas as restrições que visam diminuir a poluição [em Pequim]", refere o relatório mensal da agência.

A AIE prevê que a procura de petróleo na China cresça 5,7% no próximo ano.

Apesar destas previsões, o preço do petróleo continua a cair mais de 1% nos mercados internacionais. Nos Estados Unidos, o West Texas Intermediate (WTI) recua 1,14% para os 113,14 dólares e no mercado londrino, o barril de Brent cai 1,19% para os 111,33 dólares

Ver comentários
Outras Notícias