Bolsa Algumas vezes compensa ser o mercado bolsista menos popular do mundo

Algumas vezes compensa ser o mercado bolsista menos popular do mundo

As ovelhas negras do “rally” do mercado de ações deste ano estão, finalmente, a viver o seu momento solarengo.
Algumas vezes compensa ser o mercado bolsista menos popular do mundo
reuters
Bloomberg 06 de agosto de 2019 às 18:28

As ações europeias, também conhecidas como as melhores do mundo para transações a descoberto, têm tido um desempenho superior às pares americanas durante o último tremor no mercado. A razão? O posicionamento do investidor já estava mais baixo depois do último "sell off", o que salvou a região de uma queda mais pronunciada.

 

Enquanto o escalar de tensões entre os EUA e a China provocaram a maior queda de dois dias dos últimos três anos no Stoxx600, o índice teve um desempenho melhor do que o congénere dos EUA desde que o presidente da Rserva Federal (Fed) travou as espectativas de mais alívio da política monetária na semana passada.

 

Até ao fecho de segunda-feira, o índice bolsista europeu caiu 4,2% desde a reunião da Fed, menos do que a queda de 5,6% registada pelo S&P500.

 

O Stoxx600 está a aliviar parte da queda esta terça-feira, depois de a China ter estabilizado a sua moeda.

 

Os fundos de ações europeias têm assistido a resgates consecutivos desde março de 2018, perdendo quase 83 mil milhões de dólares este ano, o que compara com as saídas de 45 mil milhões de dólares observadas nos fundos de ações americanas, segundo os dados do Bank of America Merrill Lynch e do EPFR Global.

 

Os investidores têm evitado as ações europeias devido ao crescimento económico baixo, à confusão de políticas e aos resultados de cotadas estáveis.

(Texto original: Sometimes It Pays to Be the World’s Least Popular Stock Market)




Marketing Automation certified by E-GOI