Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Amorim é o mais rico, mas só Soares dos Santos sobe na lista da Forbes

O empresário manteve exactamente a mesma posição que no ano passado, apesar de ter visto a sua fortuna encolher, tal como Belmiro de Azevedo. Alexandre Soares dos Santos foi o único dos três portugueses a aumentar a fortuna.

1º - Américo Amorim, com uma fortuna avaliada em quase 2,5 mil milhões de euros
Paulo Duarte/Negócios
Paulo Moutinho 01 de Março de 2016 às 17:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Américo Amorim volta a ser o português mais rico na lista da Forbes. O "rei da cortiça", como lhe chama a publicação norte-americana, surge destacado dos compatriotas, isto apesar de no último ano ter visto a sua fortuna encolher. Ainda assim, continua a superar a fasquia dos quatro mil milhões de dólares, mais do dobro das de Belmiro de Azevedo e Alexandre Soares dos Santos juntas.


4,1 mil milhões de dólares (3,8 mil milhões de euros ao câmbio actual). É este o valor da fortuna de Amorim estimada pela revista Forbes na edição de 2016 do "ranking" dos multimilionários. Um valor inferior aos 4,4 mil milhões de dólares (4 mil milhões de euros ao valor actual) registados no ano passado, mas que permitiu ao dono da Corticeira Amorim, que também é um dos principais accionistas da Galp Energia, manter-se destacado entre os mais ricos de Portugal.


Está na 369.ª posição da lista deste ano, exactamente a mesma que estava no ano passado, enquanto Belmiro de Azevedo caiu e Alexandre Soares dos Santos viu a sua fortuna aumentar nos últimos 12 meses. O dono da Jerónimo Martins subiu 200 posições na lista, passando de 1.054 para 854, com uma fortuna avaliada em 2,1 mil milhões de dólares (1,9 mil milhões de euros). No ano passado estava avaliado em 1,8 mil milhões.


A valorização da fortuna de Soares dos Santos é explicada pela recuperação da cotação da Jerónimo Martins em bolsa. Em 12 meses, a dona do Pingo Doce e da Biedronka registou uma subida de 26,6% no mercado de capitais português, enquanto a sua "rival", a Sonae, perdeu quase um quarto do valor. A descida de 24,5% das acções da "holding" pesou na fortuna de Belmiro de Azevedo.


O líder histórico da Sonae surge, este ano, na posição 1.121 da Forbes, o que compara com o 949.º lugar em 2015. A fortuna encolheu de dois para 1,6 mil milhões de dólares (1,46 mil milhões de euros), segundo os cálculos da revista norte-americana. Em 2014, a sua riqueza ascendia a 2,5 mil milhões de dólares.

Ver comentários
Saber mais Américo Amorim Belmiro de Azevedo Soares dos Santos Sonae Jerónimo Martins Corticeira Galp Energia ricos lista Forbes multimilionários
Outras Notícias