Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apple engasga Wall Street após fim-de-semana prolongado

No regresso após o fim-de-semana prolongado Wall Street fechou em queda, com exceção do Nasdaq, que subiu muito ligeiramente. O anúncio da Apple de que não iria alcançar as metas trimestrais de receitas penalizou os mercados.

Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2020 às 21:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas de Nova Iorque encerraram no vermelho esta terça-feira, a primeira sessão da semana após o feriado da véspera nos EUA, com exceção do Nasdaq que terminou a jornada com uma subida muito ligeira. O alerta da Apple na segunda-feira, de que não iria atingir as metas de receitas no trimestre devido ao coronavírus, castigou os principais índices.

O Dow Jones cedeu 0,56%, para os 29.232,19 pontos, tendo durante a sessão tocado os 29.116,81 pontos.  Já o S&P 500 recuou 0,29%, terminando o dia nos 3.370,29 pontos. 

A destoar, o Nasdaq Composite encerrou com um ganho de 0,02%, nos 9.732,74 pontos.

A pressionar os mercados esteve o aviso, emitido ontem, da Apple, que indicou que deverá falhar as metas de receitas no primeiro trimestre devido ao impacto do coronavírus.


As ações da fabricante do iPhone recuaram 1,83%, para os 319 dólares. Esta queda foi suficiente para a empresa liderada por Tim Cook perder o título de maior empresa dos EUA em capitalização bolsista para a Microsoft, que ganhou 1,01% hoje.


A Microsoft tem agora um valor de 1,42 mil milhões de dólares contra 1,4 mil milhões da Apple.

Ver comentários
Saber mais Apple Wall Street Microsoft bolsa
Mais lidas
Outras Notícias