Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aprovação da AdC é «boa notícia» para a Sonaecom

A aprovação da fusão entre a TMN e a Optimus será uma boa notícia para a Sonaecom, dizem os analistas do BPI, que antecipam na sequência desta situação o surgimento de uma OPA concorrente e uma defesa mais agressiva da PT.

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 03 de Agosto de 2006 às 12:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A aprovação da fusão entre a TMN e a Optimus será uma boa notícia para a Sonaecom, dizem os analistas do BPI, que antecipam na sequência desta situação o surgimento de uma OPA concorrente e uma defesa mais agressiva da PT.

O Jornal de Negócios adianta na edição de hoje que a Sonaecom vai ter luz verde da Autoridade da Concorrência (AdC) para integrar os negócios da TMN e da Optimus, embora a Anacom determine que a empresa não avance para a fusão jurídica das operadoras.

A Sonae aceita esta condição, mas não garante a manutenção das duas marcas no mercado. A AdC não avalia esta questão, apenas tendo considerado que o domínio dos dois operadores não diminui a concorrência no mercado.

«Se isto se confirmar são boas notícias para a Sonaecom, que veria uma das condições mais importantes na OPA à PT realizada», refere o comentário do analista Ricardo Seara. O BPI acrescenta ainda que esta notícia irá desencadear novas movimentações.

«Esperamos algumas reacções: uma oferta concorrente, possivelmente de Miguel Pais do Amaral e um grupo de ‘private equity’; uma defesa mais agressiva da PT, possivelmente através de uma remuneração mais elevada e/ou do ‘spin-off’ da PTM e um possível contra-ataque da Sonaecom».

A casa de investimento tem uma recomendação de «manter» e preço-alvo de 9,70 euros para a PT e recomenda «acumular» para a Sonaecom, atribuindo um preço-alvo de 5,25 euros.

Ver comentários
Outras Notícias