Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

As acções da Amazon vão chegar aos 1.000 dólares?

A Amazon fixou máximos históricos esta semana, após um analista da Bernstein avaliar as acções em 1.000 dólares. Com esta cotação, a empresa valeria mais de 470 mil milhões de dólares, ultrapassando o Facebook.

12 - Amazon – Saiu melhor que a encomenda. É o mínimo que se pode dizer da gigante do retalho electrónico, avaliada em 30,85 mil milhões de euros.
REUTERS
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 14 de Maio de 2016 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

As acções da Amazon valiam 679,75 dólares, ainda abaixo dos 700 dólares no início da semana. Mas, um analista da Bernstein considerou este valor "chocantemente baixo", tendo em conta o potencial de crescimento da empresa. E subiu o preço-alvo para 1.000 dólares.

Com a avaliação, as acções dispararam para máximos históricos. Quebraram a fasquia dos 700 dólares pela primeira vez, tendo encerrado a semana nos 710 dólares por acção, com uma subida de 5,61%. Com esta subida, levaram a fortuna avaliada do fundador e presidente executivo, Jeff Bezos, a superar os 60 mil milhões de dólares, passando para o quarto mais rico do mundo.

"A Amazon não negoceia nem perto do que consideramos que é o seu valor em termos de fundamentais", escreveu Carlos Kirjner, na nota para investidores, citada pela Bloomberg. "Estamos positivos no curto, no médio e no longo prazo", diz o analista. "Pensamos que o consenso das estimativas nos próximos dois a três trimestres é chocantemente baixa", apontou.

O analista antecipa assim um ganho potencial de 40,8% das acções, muito acima dos 13,7% da média dos analistas que seguem a empresa, compilada pela Bloomberg. A grande maioria recomenda "comprar" e ninguém diz para "vender" acções da retalhista online. A Bernstein é a mais optimista, mas o JP Morgan segue-a com uma avaliação de 915 dólares por acção.

Mais valiosa do que o Facebook

Ao atribuir um preço-alvo de 1.000 dólares, a Bernstein avalia a Amazon em 471,8 mil milhões de dólares. Uma capitalização bolsista que poria a empresa acima do Facebook no "ranking" da bolsa. A rede social vale actualmente 343,56 mil milhões de dólares. Das suas pares nas FANG – Facebook, Amazon, Netflix e Google – continuaria atrás da Alphabet (como se designa a empresa da Google).

Esta semana, a dona do motor de busca recuperou por momentos o título de mais valiosa do mundo, atingindo uma capitalização bolsista de 492,6 mil milhões de dólares.

Mas, há quem acredite que a empresa possa chegar ao bilião de dólares – mas só daqui a alguns anos, ao contrário das apostas para a Apple. Ainda antes da Bernstein publicar o "research", Chamath Palihapitiya, presidente executivo da capital de risco Social Capital, antecipava que a Amazon irá valer três biliões de dólares, nos próximos dez anos.

Ver comentários
Saber mais Amazon acções Facebook Bernstein Carlos Kirjner
Mais lidas
Outras Notícias