Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aston Martin cai mais de 6% na sua estreia na bolsa de Londres

A fabricante dos carros de luxo usados pelo agente secreto 007 estreou-se na bolsa de Londres a cair mais de 6%. Os investidores duvidam da ambição da empresa de superar o desempenho da rival Ferrari.

Reuters
Negócios com Bloomberg 03 de Outubro de 2018 às 10:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Aston Martin, fabricante dos famosos carros desportivos usados pelo agente secreto 007, estreou-se na bolsa de Londres. Contudo, esta estreia está a ser marcada pela queda de mais de 6% das acções, com os investidores a duvidarem da ambição da empresa de superar o desempenho das rivais Porsche e Ferrari.

As acções foram colocadas a 19 libras, cada (cerca de 24,7 dólares). Um preço que atribui uma capitalização de mercado de 4,3 mil milhões de libras à Aston Martin.

 

Este valor ficou abaixo dos 5 mil milhões de libras previstos pela fabricante, quando apresentou os resultados para o semestre. Se este valor se tivesse confirmado, a fabricante passaria a valer muito mais do que a Ferrari – a outra marca de carros de luxo que está em bolsa.  

Os títulos da fabricante de carros de luxo começaram por oscilar no arranque da sessão, mas acabaram por fixar-se em terreno negativo. As acções seguem agora a cair 3,29%, tendo chegado a ceder 6,57%.

O objectivo da Aston Martin – a primeira empresa britânica a realizar uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em mais de três décadas – é expandir a sua presença no mundo dos carros desportivos, através dos modelos Vanquish, Vantage e DB.

 

"A estreia na bolsa de Londres representa um marco histórico para a Aston Martin", referiu o CEO da empresa num comunicado. Andy Palmer assumiu a liderança da Aston Martin em 2014, tendo-se focado no lançamento de novos modelos, como o popular DB11, de 200 mil dólares.

 

A fabricante de carros de luxo entregou a proposta para o IPO há duas semanas. A entrada em bolsa da marca de carros foi anunciada num momento positivo para a empresa. Foi em Maio que a Aston Martin reportou um aumento de 3% do EBITDA, para 43,7 milhões de libras, e receitas com as vendas na ordem dos 185,4 milhões de libras.

Ver comentários
Saber mais Aston Martin Londres Ferrari IPO bolsa
Mais lidas
Outras Notícias