Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento dos "stocks" e do euro pressiona preços do petróleo

O petróleo regressou às quedas, prolongando, assim, a maior série de descidas desde Julho. A desvalorização do euro face ao dólar e o aumento dos inventários de gasolina está a pressionar a matéria-prima.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 15:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O petróleo regressou às quedas, prolongando, assim, a maior série de descidas desde Julho. A desvalorização do euro face ao dólar e o aumento dos inventários de gasolina está a pressionar a matéria-prima.

O contrato de Janeiro do West Texas Intermediate (WTI), “benchmark” para os EUA, seguia a ceder 0,03% em Nova Iorque, para 70,65 dólares por barril.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte, crude de referência para a Europa, perdia 0,44%, para 72,07 dólares por barril.

De acordo com os dados do Departamento norte-americano da Energia (DoE), os “stocks” de gasolina subiram em 2,253 milhões de barris, para o nível mais alto desde Abril, quando se estimava um aumento de 1,6 milhões. Em três semanas de acréscimo dos inventários, as reservas registaram um avanço de 3,5%.

Estes dados levaram o petróleo a perder mais de 3% na sessão de ontem.

A pressionar os preços está também a queda do euro que está a ser penalizada por incertezas relativas ao risco de incumprimento da Dubai World, que levam os investidores a abandonar activos de risco para investir em activos de refúgio, como o dólar.

Contra a moeda norte-americana, o euro recua 0,03% para os 1,4721 dólares.

Ver comentários
Outras Notícias