Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumentos de capital superam um bilião desde o rebentar da crise do crédito

As instituições financeiras, a nível mundial, já efectuaram aumentos de capital de mais de um bilião de dólares (787,9 mil milhões de euros) desde que rebentou a crise do crédito, no Verão de 2007. E deverão necessitar de mais fundos, para cobrirem as perdas que, no mesmo período, ascendem já a 1,1 biliões de dólares.

Paulo Moutinho 24 de Fevereiro de 2009 às 11:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As instituições financeiras, a nível mundial, já efectuaram aumentos de capital de mais de um bilião de dólares (787,9 mil milhões de euros) desde que rebentou a crise do crédito, no Verão de 2007. E deverão necessitar de mais fundos, para cobrirem as perdas que, no mesmo período, ascendem já a 1,1 biliões de dólares.

A fasquia do bilião foi quebrada com uma série de operações na Ásia. O Mitsubishi UFJ Financial angariou 450 mil milhões de ienes (3,6 mil milhões de euros) através da venda de dívida no mercado, enquanto o Nomura efectuou o primeiro aumento de capital em dez anos, obtendo 291,2 mil milhões de ienes (2,37 mil milhões de euros).

Contudo, as operações das instituições financeiras asiáticas representam apenas 6,2% do total de capital angariado a nível global, nos últimos 20 meses. Segundo dados compilados pela Bloomberg, as instituições europeias realizaram aumentos de capital de 375 mil milhões (293 mil milhões de euros), enquanto os EUA lideram com 57% do total de capital angariado.

Não pára de aumentar o montante angariado pelo sector financeiro, que tenta fazer face às perdas de 1,1 biliões de dólares. O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê que tanto as instituições europeias como as norte-americanas necessitem de, pelo menos, mais 500 mil milhões “apenas para evitar que os seus rácios de capital se deteriorem ainda mais”.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias