Mercados Avaliação bancária da habitação sobe pelo quarto mês consecutivo

Avaliação bancária da habitação sobe pelo quarto mês consecutivo

O valor da avaliação dos imóveis pelos bancos manteve a tendência de subida registada nos últimos meses. Atingiu o valor mais elevado desde Janeiro de 2012, segundo os dados do INE.
Avaliação bancária da habitação sobe pelo quarto mês consecutivo
Bruno Simão/Negócios
Patrícia Abreu 25 de agosto de 2016 às 11:19

O valor médio da avaliação bancária do crédito à habitação aumentou, em Julho, pelo quarto mês consecutivo. Subiu três euros face a Junho e atingiu os 1.068 euros por metro quadrado, o valor mais elevado desde Janeiro de 2012.

"O valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, registou crescimento pelo quarto mês consecutivo, embora menos intenso que o observado no mês anterior", adianta o relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE). O documento refere ainda que este aumento "foi em grande parte determinado pelas variações observadas nas regiões Área Metropolitana de Lisboa (0,3%) e Algarve (2,5%)".

 

O valor médio de avaliação na Área Metropolitana de Lisboa atingiu os 1.295 euros por metro quadrado, enquanto a região do Algarve subiu para 1.330 euros por metro quadrado, no mês passado.

Por tipo de imóvel, nos apartamentos o valor médio de avaliação bancária cresceu 0,4% face a Junho, para alcançar 1.109 euros por metro quadrado. Em termos homólogos, o valor médio da avaliação subiu 1,9%.

Já "o valor médio de avaliação bancária das moradias para o total do País situou-se em 994 euros por metro quadrado em Julho, valor superior em dois euros por metro quadrado ao observado em Junho". Face ao período homólogo, o valor médio das moradias aumentou 3,6%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI