Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca impulsiona bolsa portuguesa

A bolsa portuguesa mantém a tendência de subida impulsionada pelos títulos do BES, BCP e BPI. O PSI-20 sobe 0,06% num dia em que a Galp Energia já renovou o máximo histórico ao negociar nos 7,43 euros.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 08 de Março de 2007 às 12:03
  • Partilhar artigo
  • ...

A bolsa portuguesa mantém a tendência de subida impulsionada pelos títulos do BES, BCP e BPI. O PSI-20 sobe 0,06% num dia em que a Galp Energia já renovou o máximo histórico ao negociar nos 7,43 euros.

O principal índice da bolsa portuguesa [psi20] negoceia nos 11.511,30 pontos com treze títulos a subir, seis a descer e um inalterado.

O sector bancário está hoje a impulsionar a bolsa portuguesa com o BPI [bpin] a valorizar 1,75% para os 6,41 euros e o BCP [bcp] a subir 0,75% para os 2,68 euros. Os títulos do Banco Espírito Santo [bes] avançam 0,56% para os 14,24 euros.

A subir está também a Galp Energia [galp pl] que ontem apresentou resultados de 755 milhões de euros em 2006, um aumento de 8% face ao ano anterior. A petrolífera já renovou o máximo histórico ao negociar nos 7,43 euros e segue agora a valorizar 0,14% para os 7,36 euros.

A Cimpor [cimp] avança 1,13% para os 6,28 euros.

A impedir maiores ganhos na bolsa portuguesa está a Energias de Portugal [edp] que recua 1,22% para os 4,04 euros. O Millennium bcp investimento reiniciou a cobertura das acções da eléctrica com um preço-alvo 4 euros, um valor 2% abaixo do valor actual das acções, o que faz com que a recomendação da casa de investimento seja de "vender".

Hoje, depois do fecho do mercado, a EDP apresenta as contas de 2006. As estimativas dos analistas consultados pela Reuters apontam para um lucro médio de 869,5 milhões de euros, menos 19% que no ano anterior, devido à elevada mais-valia com a venda da posição na Galp em 2005.

As acções da PTMultimédia [ptm] caem 1,28% para os 10,82 euros. A Portugal Telecom [ptc] sobe 0,21% para os 9,65 euros.

A Sonaecom [snc] sobe 1,51% para os 4,72 euros e a Sonae [son] segue inalterada nos 1,61 euros.

A Altri já desvalorizou hoje mais de 3% e segue agora a recuar 1,73% para os 5,68 euros. Os resultados da empresa ficaram ligeiramente aquém das previsões, mas os analistas garantem que vão rever as estimativas para a empresa devido à consolidação da Celbi.

Ver comentários
Outras Notícias