Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca impulsiona Euronext Lisbon para valorização superior a 2%

O PSI-20, que já esteve no início desta manhã a valorizar 3,59%, segue agora com um ganho mais contido de 2,25%. O BCP, o BES e o Banco BPI são os títulos que mais estão a impulsionar, numa sessão em que as empresas da família Sonae estão a ganhar mais de

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 19 de Setembro de 2007 às 10:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O PSI-20, que já esteve no início desta manhã a valorizar 3,59%, segue agora com um ganho mais contido de 2,25%. O BCP, o BES e o Banco BPI são os títulos que mais estão a impulsionar, numa sessão em que as empresas da família Sonae estão a ganhar mais de 5%.

A bolsa de Lisboa seguia a tendência das restantes praças financeiras na Europa, que seguem com valorizações, também elas, de mais de 2%.

O PSI-20 [PSI20] está a valorizar 2,25% para os 12.175,34 pontos, com todas as cotadas a negociarem em terreno positivo.

Depois da crise financeira ter provocado uma erosão nos ganhos das principais praças mundiais, a decisão de ontem da Reserva Federal (Fed) de baixar os juros deu um novo alento às cotadas.

A Reserva Federal dos EUA optou por reduzir a sua taxa de juro de referência em 50 pontos base quando a maioria dos economistas e investidores esperava um corte de apenas 25 pb.

Com este movimento, a autoridade monetária quer afastar a possibilidade da crise do "subprime" conduzir a uma recessão económica.

O sector financeiro tem sido o mais penalizado pela crise financeira, mas hoje está a encabeçar os ganhos na Europa.

Em Lisboa, o Banco BPI [BPIN], que já esteve a valorizar um máximo de 9,95%, segue com um ganho mais contido de 3,15% para os 6,22 euros.

O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] e o Banco Espírito Santo [BESNN] também registavam ganhos acentuados, de 2,96% para os 3,13 euros e 3,95% para os 15,79 euros, respectivamente.

Entre as "large caps" da bolsa, destaque ainda para a Energias de Portugal [EDP] que avançava 2,06% para os 3,97 euros e para a Portugal Telecom [PTC] que estava mais cara em 0,1% para os 9,90 euros.

A Mota-Engil [EGL] segue em alta de 4,36% para os 5,51 euros, depois de ter anunciado, ainda antes da abertura das bolsas, que terminou o primeiro semestre deste ano com lucros de 80,6 milhões de euros, um valor que se deve à mais-valia de 67 milhões gerada com a oferta pública de subscrição (OPS) da Martifer. Excluindo este ganho não recorrente, a construtora registou um aumento de 13,8% nos lucros semestrais.

A liderar os ganhos em termos percentuais, tem estado a Altri [ALTR] com uma valorização de 6,54% para os 5,70 euros. Fora do PSI-20, a Soares da Costa [SCO] e a SAG [SAG] também estão a amealhar valorizações de mais de 6%.

No Grupo Sonae, a SGPS [SON] disparava 5,33% para os 1,78 euros, a Sonaecom [SNC] crescia 5,44% para os 3,49 euros e a Indústria [INDU] avançava 3,98% até aos 8,63 euros.

Mais lidas
Outras Notícias