Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca modera quedas europeias

As bolsas europeias, que chegaram a desvalorizar mais de 2% durante a sessão, acabaram por terminar com quedas de menor dimensão ajudadas essencialmente pelo sector da banca. O Dow Jones Stoxx 50, que chegou a afundar 3%, acabou por fechar a perder 0,90%.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 05 de Março de 2007 às 17:29
  • Partilhar artigo
  • ...

As bolsas europeias, que chegaram a desvalorizar mais de 2% durante a sessão, acabaram por terminar com quedas de menor dimensão ajudadas essencialmente pelo sector da banca. O Dow Jones Stoxx 50, que chegou a afundar 3%, terminou o dia a perder 0,90%.

O sector petrolífero foi o responsável pela tendência europeia numa sessão em que crude e o "brent" desvalorizaram mais de 2% com os investidores a especularem que o crescimento das economias mundiais irá abrandar, o que deverá provocar uma diminuição da procura.

A pressionar estiveram empresas como a BP que deslizou 1,06% para os 511 pence.

A forte queda das praças europeias registada a meio da sessão de hoje segue-se à desvalorização superior a 3% registada pelas bolsas asiáticas. A performance das bolsas mundiais tem sido afectada pelo receios de abrandamento económico nos EUA e pelo efeito que esse abrandamento terá nos resultados das empresas. A valorização do iene também tem prejudicado os mercados accionistas asiáticos.

No entanto, o sector da banca acabou por ajudar as bolsas a moderarem as suas quedas. O IBEX e o FTSE, que tinham perdido mais de 2%, acabaram por deslizar apenas 1,57% e 0,94%, respectivamente e o Cac escorregou 0,73%.

O HSBC subiu 1,13% para os 896 pence depois de ter anunciado que os lucros caíram menos do que o esperado pelos analistas. O Societe Generale valorizou 0,41% para os 124,72 euros e o Royal Bank of Scotland avançou 0,24% para os 2081 pence .

Ver comentários
Outras Notícias